- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal António Costa: “Se não houver acordo, é simples: não há Orçamento e...

António Costa: “Se não houver acordo, é simples: não há Orçamento e há uma crise política”

O primeiro-ministro rejeita entendimentos com o PSD e Catarina Martins censura “ultimato” do Governo.

Na segunda parte da entrevista ao semanário Expresso, o primeiro-ministro admite uma crise política se não houver acordo com a esquerda relativamente ao Orçamento do Estado para 2021.

“Se não houver acordo, é simples: não há Orçamento e há uma crise política. Aí estaremos a discutir qual é a data em que o Presidente terá de fazer o inevitável.”

Mas o Presidente da República já avisou que não vai dissolver o parlamento.

No Twiiter, Catarina Martins contra ataca. A líder do Bloco diz que este não é o primeiro ultimato sobre crise política que não resolve nada e que o país precisa é de respostas.

O PCP diz que é preciso esperar para ver o Orçamento, mas Jerónimo já rejeitou um entendimento alargado e genérico com o PS.

Na entrevista, António Costa rejeita também qualquer acordo com o PSD e diz mesmo que o Governo acaba no dia em que a subsistência depender de um acordo com os sociais-democratas.

Primeiro-ministro admite que tem falado “volta e meia” com Rui Rio e antes das férias até houve várias medidas aprovadas em conjunto com os sociais democratas, mas agora quer separar as águas.

Na entrevista ao Expresso, António Costa admite que a crise vai ser longa, que o desemprego é brutal e que está num crescimento muito forte.

Marcelo e Costa divergem sobre crise política
A ameaça de António Costa provocou de imediato uma reacção do Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa diz que seria uma aventura e que não aceita uma crise política por causa do Orçamento para 2021.

O Presidente da República pede aos partidos diálogo para a viabilização do Orçamento do Estado para 2021, que considerou um instrumento fundamental para a aplicação dos fundos europeus, e avisou que não vai alinhar em crises políticas.

“Orçamento deve ser negociado de forma concreta, sem grandes jogos”
Bernardo Ferrão, da SIC, considera que, de facto, “não há margens” para crises políticas e afirma que os partidos devem ser “responsáveis” nas negociações do Orçamento para o próximo ano, tendo em conta a situação pela qual o país está a passar por causa da pandemia de Covid-19.

- Publicidade -
- Publicidade -

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...
- Publicidade -

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Inacom e parceiros criam plataforma de diálogo

O Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), as operadoras e as associações dos consumidores, decidiram, a partir desta quinta-feira, em Luanda, a criação de uma...

Notícias relacionadas

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Inacom e parceiros criam plataforma de diálogo

O Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), as operadoras e as associações dos consumidores, decidiram, a partir desta quinta-feira, em Luanda, a criação de uma...

Executivo aprova regime de protecção social obrigatória

A Comissão Económica do Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, o regime jurídico de protecção social obrigatória dos trabalhadores por conta de outrem, inseridos...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.