- Publicidade-
InicioAngolaRegiõesCooperativa Santa Rita perde 40 hectares de ananás

Cooperativa Santa Rita perde 40 hectares de ananás

Cuvango – Pelo menos 40 hectares com plantações de ananás, banana e laranjas da cooperativa Santa Rita, foram queimados no sábado, por supostos meliantes ainda por identificar, na comuna de Galangue, no município do Cuvango, província da Huíla, cujos prejuízos ainda estão por se determinar.

A informação foi avançada hoje à Angop pela presidente da respectiva cooperativa, Rita Francisca de Jesus Domingos, à margem da visita do administrador municipal, Luís Marcelo Cambinda, quando constatava os danos.

A responsável disse que a queixa já foi apresentada à polícia local, para que os seus autores possam responder perante à justica.

A fazendeira afirmou que esperava colher entre 50 a 60 toneladas de ananás, mas por causa deste acto de sabotagem quase tudo se perdeu.

No entanto, a agricultora disse que não desmotivada e tem ainda disponíveis mais de 200 hectares de terra onde vão trabalhar um total de 150 famílias associadas, para garantirem a produção de feijão, milho, batata-rena.

Sobre necessidades, a fazendeira disse o grémio precisa de uma motobomba, um tractor com tracção e uma debulhadora, apesar de estar a trabalhar na criação de uma pequena barragem para facilitar a irrigação de 30 a 40 hectares de terra arável.

Rita Domingos disse que a cooperativa atingiu a sua melhor safra em 2017, quando colheu 85 toneladas de milho, mas refere que em todas as épocas colhe 40 de feijão, 30 de batata-rena e 20 de cebola, cujos mercados tem sido, Benguela, Cuanza Sul e Luanda, os mesmos produtos que pretende plantar neste ano.

- Publicidade -
FonteANGOP
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.