- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo EUA EUA em chama: Marcha "tirem os vossos joelhos dos nossos pescoços" coloca...

EUA em chama: Marcha “tirem os vossos joelhos dos nossos pescoços” coloca recandidatura de Trump em xeque

Esta sexta-feira, a capital dos EUA é o local de outra Marcha sobre Washington, 57 anos após a histórica Marcha em Washington por empregos e liberdade, durante a qual Martin Luther King Jr. fez o seu célebre discurso “Eu tenho um sonho”.

A marcha deste ano segue-se a meses de manifestações sobre a violência policial contra os negros.

Os protestos foram desencadeados pela morte, em maio, de George Floyd, um homem negro, que morreu depois de um polícia branco ter pressionado o seu joelho no pescoço de Floyd, enquanto ele estava deitado de bruços numa rua em Minneapolis, cidade no estado de Minnesota.

A morte de Floyd passou a simbolizar a longa história de mortes de negros nos EUA enquanto sob custódia policial ou a serem detidos pela polícia.

O evento de sexta-feira foi apelidado de “Tirem os Vossos Joelhos dos Nossos Pescoços”.

No início desta semana, um polícia atirou sobre Jacob Blake, um homem negro de 29 anos em Kenosha, cidade no estado de Wisconsin, no centro-oeste dos EUA. Blake agora está paralisado da cintura para baixo.

O evento de sexta-feira foi organizado pela Rede de Ação Nacional do Reverendo Al Sharpton, Martin Luther King III e outras organizações, incluindo a NAACP, a organização de direitos civis mais antiga do país, bem como a Federação Hispânica, a Liga Urbana Nacional e outros grupos de direitos civis e sindicatos.

O evento começará nas escadas do Memorial a Lincoln e horas depois os manifestantes desfilarão até ao Memorial Martin Luther King.

Os palestrantes incluirão legisladores e parentes de pessoas que morreram devido à violência policial.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.