- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Outras modalidades Da NBA ao ténis. Atletas recusam ir a jogo em protesto contra...

Da NBA ao ténis. Atletas recusam ir a jogo em protesto contra a violência policial nos EUA

Jogadoras da WNBA entraram em campo com t-shirts com sete buracos, a representar os sete tiros que a polícia disparou contra Jacob Blake.

Os protestos nos EUA contra a violência policial chegaram aos campos de basquetebol, de basebol, de ténis e de futebol.

O caso de Jacob Blake, afro-americano, que foi baleado por sete vezes pela polícia, reacendeu os protestos que duram há três meses, desde a morte de George Floyd.

Na NBA – Liga norte-americana de basquetebol – foram adiados três jogos, depois dos Milwaukee Bucks, equipa sediada no estado de Wisconsin – onde Jacob Blake foi baleado – se terem recusado a ir a jogo.

Na WNBA, as jogadoras entraram em campo com t-shirts com sete buracos, a representar os sete tiros que a polícia disparou contra Jacob Blake.

A tenista japonesa Naomi Osaka, número 10 do ranking WTA, que ia jogar esta quinta-feira a final do torneio em Cincinnati, escreveu no Twitter que se vai juntar ao protesto e não vai entrar em campo.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.