- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Moradores do Soyo querem mais informação e mais testes de coronavírus

Moradores do Soyo querem mais informação e mais testes de coronavírus

Os moradores do Soyo, na província angolana do Zaire, estão apreensivos com o aumento de casos do novo coronavírus no município e queixam-se de pouca informação e testes.

Dados oficiais indicam que a província do Zaire, em particular o município do Soyo, é o segundo local mais afectado depois de Luanda.

A situação deixa inquietos os residentes do Soyo que pedem mais informações objectivas sobre a doença.

Eles querem que se faça testagem comunitária e que se saiba quais os bairros mais afectados, à semelhança do que acontece em em Luanda.

“Mesmo com aumento dos casos aqui no município do Soyo, nós não temos hospitais para dar resposta à demanda”, diz um morador.

Outro residente que se apresentou apenas como Paulo acrescentou que, “até agora não sabemos quais são os bairros mais afectados se os casos são importados, se locais ou comunitários, nem quando terá início a testagem comunitária aqui no Soyo”.

Paulo acrescentou não informações se os doentes serão tratados “na base do Kwanda, em Luanda, ou aqui no município”.

Herodes Maria disse que não só no Soyo, mas em toda a província os habitantes querem que “se faça rastreio nas comunas, bairros e que se identifique os bairros como se faz em Luanda”.

Muitos questionam ainda o número oficial de casos na província.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -

ONG denuncia violência policial contra manifestantes

A polícia angolana confirma que reteve 13 participantes da marcha do desemprego em Luanda, no fim de semana, mas nega agressões. ONG Friends of...
- Publicidade -

Angola assinala dia nacional do trabalhador da saúde sob protestos da classe

Angola assinalou esta sexta-feira, 25 de Setembro, o Dia Nacional do Trabalhador da Saúde, em homenagem ao médico nacionalista Américo Boavida, que participou...

Irão apresenta novo míssil balístico naval com alcance de mais de 700 quilómetros

O novo míssil, chamado Zolfaqar Basir, foi apresentado neste domingo (27) pelo Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês). O míssil...

João Lourenço: Três anos de governação em Angola e vários “tiros no pé”

Recuo na implementação das autarquias, incumprimento da promessa dos 500 mil empregos e da formação de Governo inclusivo, são algumas críticas apontadas ao Presidente...

Notícias relacionadas

ONG denuncia violência policial contra manifestantes

A polícia angolana confirma que reteve 13 participantes da marcha do desemprego em Luanda, no fim de semana, mas nega agressões. ONG Friends of...

Angola assinala dia nacional do trabalhador da saúde sob protestos da classe

Angola assinalou esta sexta-feira, 25 de Setembro, o Dia Nacional do Trabalhador da Saúde, em homenagem ao médico nacionalista Américo Boavida, que participou...

Irão apresenta novo míssil balístico naval com alcance de mais de 700 quilómetros

O novo míssil, chamado Zolfaqar Basir, foi apresentado neste domingo (27) pelo Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês). O míssil...

João Lourenço: Três anos de governação em Angola e vários “tiros no pé”

Recuo na implementação das autarquias, incumprimento da promessa dos 500 mil empregos e da formação de Governo inclusivo, são algumas críticas apontadas ao Presidente...

Perito sugere reestruturação das Forças Armadas de Moçambique

O especialista em segurança Énio Chingotuane alerta que Moçambique reagiu tarde ao terrorismo. Por isso, defende a reestruturação profunda das Forças Armadas, mais investimento...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.