- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política MIREX exonera responsável pela área da Saúde da Embaixada de Angola em...

MIREX exonera responsável pela área da Saúde da Embaixada de Angola em Lisboa

A responsável pelo sector da Saúde da Embaixada de Angola em Portugal foi exonerada através de um despacho do Ministro das Relações Exteriores (MIREX) com data de 26 de Agosto, o que coincide com mais uma vaga de protestos de doentes angolanos em tratamento em Lisboa, embora o documento não relacione as duas situações.

No despacho nº 558/2020, assinado por Téte António, Rosa da Silva de Almeida, que estava em funções desde 07 de Junho de 2017, vê dada por finda a sua comissão ordinária de serviço mas não lhe é adiantada publicamente qualquer justificação para a sua exoneração.

No entanto, como o Novo Jornal tem noticiado nos últimos meses, a última vez a 24 de Agosto, dois dias antes da data que consta no despacho do MIREX, várias dezenas de doentes angolanos em tratamento em Portugal têm realizado manifestações junto à representação diplomática de Angola na capital portuguesa e uma das acusações que fazem é a de que não conseguem que alguém da Embaixada os recebe e ouça as suas reivindicações.

E uma das mais importantes reivindicações é que o Estado angolano pague os subsídios em atraso porque muitos dos afectados já estão sem o subsídio há mais de um ano, colocando em risco a sua alimentação e alojamento.

A Associação dos Doentes Angolanos em Portugal organizou a 24 mais uma manifestação de protesto junto à Embaixada de Angola em Lisboa para pressionar Luanda a retomar o pagamento dos subsídios de alimentação e alojamento.

Como explicou na ocasião Gabriel Avelino, da Associação de Doentes Angolanos, a falta de pagamento dos subsídios por parte do Governo de Luanda está a gerar situações graves entre aqueles que estão em Portugal para tratamento médico.

Um dos problemas enfatizados é o corte das refeições nas duas pensões que acolhem os angolanos em tratamento em Lisboa, a Pensão Luanda e a Pensão Alvalade, que os afectados, apesar de elogiarem a paciência dos seus proprietários e compreenderem a situação destes, estes já começaram a cortar nas refeições, as únicas que muitos conseguem ter, e começa a ser incontornável que estes também cortem a luz e a água por falta de pagamento da estadia.

E já estão a ocorrer problemas sérios para a sua subsistência, especialmente daqueles que não dispõem de meios próprios para se aguentarem na capital portuguesa.

Gabriel Avelino reafirmou que os subsídios foram suspensos há cerca de um ano e as duas pensões que alojam os angolanos nestas condições, deixaram de fornecer as três refeições diárias, pequeno-almoço, almoço e jantar a crédito por falta de pagamento, há mais de um mês.

Em causa estão quase 200 doentes angolanos, muitos deles, apontou, em “situação crítica” porque o subsídio de alimentação e alojamento deixou de ser pago pelo Governo de Angola há um ano, como o sublinhou Gabriel Avelino.

Este líder associativo disse ainda que o objectivo desta manifestação junto à Embaixada é levar os seus responsáveis a ouvi-los e a intercederem junto do Governo para que este problema seja resolvido.

“Há mais de 30 dias que estas centenas de pessoas deixaram de ter quaisquer refeições diárias”, sublinhou Gabriel Avelino, referindo-se aos pacientes que se encontram hospedados nas duas pensões lisboetas, a Luanda, onde estão cerca de 60 pessoas, e na Alvalade, onde se encontram hospedadas mais de 70.

Esta é uma situação que se prolonga há várias semanas e este tipo de iniciativas junto da Embaixada de Angola na capital portuguesa têm-se repetido sem que alguém se disponibilize para os ouvir.

- Publicidade -
- Publicidade -

Espionagem: os telefones ultra-seguros dos presidentes africanos

Entre a vigilância de oponentes e terroristas, o suculento mercado de espionagem em África Em África, o mercado das “orelhas grandes” está a crescer....
- Publicidade -

Boston vence Heat e reduz desvantagem

Ao vencerem na madrugada deste domingo os Miami Heat, por 117-106, os Boston Celtic reduziram para 1-2 a desvantagem nos "play-offs" a melhor de...

Porto entra a vencer no Dragão

O FC do Porto recebeu e venceu sábado, no estádio do dragão o Braga por 3-1, jogo referente a primeira jornada da Liga Nos...

Covid-19: Angola regista 53 novos casos e dois recuperados

As autoridades sanitárias anunciaram o registo, nas últimas 24 horas, de 53 novas infecções e dois recuperados. Segundo o secretário de Estado para a Saúde...

Notícias relacionadas

Espionagem: os telefones ultra-seguros dos presidentes africanos

Entre a vigilância de oponentes e terroristas, o suculento mercado de espionagem em África Em África, o mercado das “orelhas grandes” está a crescer....

Boston vence Heat e reduz desvantagem

Ao vencerem na madrugada deste domingo os Miami Heat, por 117-106, os Boston Celtic reduziram para 1-2 a desvantagem nos "play-offs" a melhor de...

Porto entra a vencer no Dragão

O FC do Porto recebeu e venceu sábado, no estádio do dragão o Braga por 3-1, jogo referente a primeira jornada da Liga Nos...

Covid-19: Angola regista 53 novos casos e dois recuperados

As autoridades sanitárias anunciaram o registo, nas últimas 24 horas, de 53 novas infecções e dois recuperados. Segundo o secretário de Estado para a Saúde...

Flávio Fortes, andebolista cabo-verdiano quer triunfar na liga francesa e no Mundial

Os diferentes campeonatos de andebol em França já estão em andamento, quer em masculinos, quer em femininos. Na liga francesa de Nationale 1, terceiro...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.