- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Jovem morto a tiro por militar das FAA por não usar máscara...

Jovem morto a tiro por militar das FAA por não usar máscara facial

Um jovem de 21 anos foi morto a tiro por um efectivo das Forças Armadas Angolana (FAA) por não estar a usar máscara facial, no Distrito Urbano do Zango 3, município de Viana, em Luanda, disse ao Novo Jornal fonte da corporação.

De acordo com uma fonte do Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional (PN), o episódio ocorreu por volta das 23:00 de Sábado, 22, quando a vítima se encontrava a 10 metros da sua residência na companhia de alguns amigos e foram interpelados por uma patrulha da Polícia Nacional afecta ao Comando Municipal de Viana, que efectuava serviço de patrulhamento na zona.

“No interior da viatura policial estavam dois efectivos das FAA. Os agentes da PN e os efectivos das FAA, quando chegaram ao encontro dos jovens, usaram força desnecessária contra os rapazes, porque se encontravam na rua sem máscara”, disse, salientando que a vítima tentou abandonar o local quando as Forças de Segurança e Defesa abordavam os seus amigos.

Um dos efectivos das FAA entendeu que a vítima estava a desrespeiar a ordem das autoridades e pegou a arma de fogo, do tipo AKM-47, e efectuou um disparo que atingiu mortalmente o jovem na zona das costas, relatou a mesma fonte ao Novo Jornal.

Este militar já se encontra detido e os agentes da PN, que estavam em trabalho naquela zona, foram intimados pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) e pela Polícia Judiciaria Militar (PJM) para prestar declarações.

Perante este cenário, o Novo Jornal tentou sem sucesso o contactar o porta-voz da dos Órgãos de Defesa e Segurança da Comissão Interministerial para Resposta à Covid-19, comissário Waldemar José.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.