- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Tribunal de Londres marca para Janeiro nova audiência do caso das “Dívidas...

Tribunal de Londres marca para Janeiro nova audiência do caso das “Dívidas Ocultas”

A próxima audiência do caso de “dívidas ocultas” de Moçambique, em Londres, será em Janeiro de 2021.

O processo é movido pelo Estado Moçambicano alegando, entre outros, que o processo de contratação de dívidas para alegados projectos de pesca e protecção costeira foi uma fraude.

Moçambique pede a anulação das garantias soberanas emitidas pelo ex-ministro das Finanças, Manuel Chang, para viabilizar a dívida da ProIndicus, no valor de 622 milhões de dólares contratado a Credit Suisse em 2013.

O Centro de integridade Pública (CIP), de Moçambique, viu documentos da Secção Comercial do Tribunal Superior de Londres, que comprovam a audiência, após a rejeição de petições da Privinvest.

A Privinvest era a principal fornecedora de bens e serviços para a materialização de tais projectos.

Na nova audiência, vão como arguidos, algumas entidades do Credit Suisse, antigos funcionários deste banco, a Privinvest e proprietário Iskandar Safa.

Para ajudar a esclarecer o caso, segundo o CIP, o tribunal londrino arrolou alguns cidadãos moçambicanos envolvidos no processo das “Dívidas Ocultas”, entre eles o ex-presidente Armando Guebuza e seu filho Armando Ndambi Guebuza, o ex-ministro das Finanças, Manuel Chang, entre outros.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.