- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Petrolífera francesa retoma perfuração em Angola

Petrolífera francesa retoma perfuração em Angola

A petrolífera francesa Total anunciou, domingo, a retoma da perfuração offshore Angola com a plataforma Skyros.

De acordo com o anúncio publicado no site da Petro Angola, a petrolífera  revelou os seus planos de curto e médio prazo para as operações em Angola, onde é responsável por cerca de  50% da produção do ouro negro.

O plano prevê, ainda, mais duas operações a iniciar na semana que se segue.

Em Maio deste ano, a petrolífera havia, no entanto, anunciado  que haveria novas perfurações para a produção de crude devido aos efeitos da pandemia.

Na nota publicada, a empresa reconheceu que a crise causada pela Covid-19 e a queda dramática nos preços do petróleo impactaram na economia mundial a qual não estava imune.

Em resposta, a Total elaborou um plano de acção a nível do grupo para reduzir os seus investimentos, nomeadamente a “opex” e o programa de “buy-back”.

A empresa também está focada em projectos já sancionados, como Zinia Fase 2 e Clov Fase 2 no Bloco 17 ou Caril e Mostarda East no Bloco 32.

A Total  garante ainda que está a acelerar as suas actividades offshore Angola e reiniciará a perfuração de poços, assim como realizará aquisições sísmicas e operações não rotineiras de produção e manutenção em ambos os blocos 17 e 32.

A plataforma Skyros já se encontra no Bloco 32 e a Maersk Voyager deve reiniciar a per­fu­ração no final de Agosto, enquanto o reinício da West Ge­mini é esperado nas próximas semanas, de acordo com o anúncio.

A  companhia petrolífera francesa aparece assim em primeiro  lugar  a reiniciar as actividades offshore não essenciais em An­gola.

O relatório de estado das frotas da Maersk Drilling confirmam a retoma das operações da Total em Angola.

“A Total tomou a decisão de adiar os poços exploratórios inicialmente planeados para 2020-2021 para dar prioridade aos poços de desenvolvimento e acelerar a produção de petróleo”,  lê-se na publicação.

Além dos projectos de  tieback e infill” dos Blocos 17 e 32, a Total também está a es­tudar os planos de desenvolvimento nos campos de Begônia e Chissonga.

Estes dois investimentos, acrescenta a publicação, juntamente com o desenvolvimento previsto dos projectos da Cameia e do Golfinho nos recém-adquiridos Blocos 20 e 21, vão  sustentar a médio prazo os níveis de produção operada pela Total em Angola.

A empresa augura que os Blocos 29 e 48 sejam perfurados nos próximos anos, sendo que o Bloco 48 será perfurado em lâmina d’água de recorde mundial.

- Publicidade -
FonteANGOP
- Publicidade -

Sonangol com resultados líquidos de USD 125 milhões em 2019

 A Sonangol anunciou, esta terça-feira, resultados líquidos de 125 milhões de Dólares, equivalentes a 45 mil 854 milhões de Kwanzas, no seu exercício de...
- Publicidade -

Angola garante que vai pagar dívida comercial mesmo com juros elevados

O secretário de Estado das Finanças de Angola garantiu hoje que o país vai honrar os compromissos financeiros com os credores comerciais apesar da...

Tadej Pogacar entrou na história da Volta a França em bicicleta

A Volta a França em bicicleta acabou no passado domingo 20 de Setembro com o triunfo de uma Nação, a Eslovénia, que conseguiu pôr...

Suíça: Educadora portuguesa acusada de maus tratos a crianças em creche

Uma portuguesa de 41 anos foi acusada de maus tratos na creche onde trabalhava na região de Lugano, na Suíça Italiana, anunciou o Ministério...

Notícias relacionadas

Sonangol com resultados líquidos de USD 125 milhões em 2019

 A Sonangol anunciou, esta terça-feira, resultados líquidos de 125 milhões de Dólares, equivalentes a 45 mil 854 milhões de Kwanzas, no seu exercício de...

Angola garante que vai pagar dívida comercial mesmo com juros elevados

O secretário de Estado das Finanças de Angola garantiu hoje que o país vai honrar os compromissos financeiros com os credores comerciais apesar da...

Tadej Pogacar entrou na história da Volta a França em bicicleta

A Volta a França em bicicleta acabou no passado domingo 20 de Setembro com o triunfo de uma Nação, a Eslovénia, que conseguiu pôr...

Suíça: Educadora portuguesa acusada de maus tratos a crianças em creche

Uma portuguesa de 41 anos foi acusada de maus tratos na creche onde trabalhava na região de Lugano, na Suíça Italiana, anunciou o Ministério...

Trump diz na Assembleia Geral que a ONU deve ‘responsabilizar a China’ pela COVID-19

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse à Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira (22) que a China deve ser responsabilizada pelo mundo por...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.