- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Ordem dos Médicos pede reunião urgente ao primeiro-ministro

Ordem dos Médicos pede reunião urgente ao primeiro-ministro

A Ordem dos Médicos (OM) solicitou, com carácter de urgência, uma audiência ao primeiro-ministro e considerou ofensivas as declarações de António Costa numa conversa privada com jornalistas do jornal Expresso.

“Estas afirmações, independentemente de serem proferidas de forma pública ou em privado, traduzem um estado de espírito ofensivo para os médicos e um sentimento negativo por uma classe profissional”, refere a OM em comunicado hoje divulgado.

A afirmação refere-se a um pequeno vídeo, de sete segundos, que circulou nas redes sociais, que mostra António Costa numa conversa privada com jornalistas alegadamente chamando “cobardes” aos médicos envolvidos no caso do surto de Covid-19 em Reguengos de Monsaraz, que matou 18 pessoas.

“Declarações ofensivas para todos os médicos e para os doentes que precisam de nós, sobretudo os mais vulneráveis, são um mau serviço dos governantes ao país, e em nada contribuem para a necessária união num momento de pandemia”, sublinha a OM.

Além do pedido de uma audiência a António Costa, o bastonário convocou para hoje o Fórum Médico, composto por todas as estruturas nacionais representativas dos médicos.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.