- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Vida Saúde Covid-19: Angola junta-se a campanha "Salvando Vidas" em África

Covid-19: Angola junta-se a campanha “Salvando Vidas” em África

Os países africanos, incluindo Angola, lançam, em breve, uma campanha para proteger as fronteiras, as viagens, a economia e a actividade escolar.

Reunidos nesta terça-feira, via virtual, os ministros da Saúde e Transportes da Comissão da União Africana para os Assuntos Sociais, Infra-estruturas e Energia analisaram os pressupostos da campanha “Salvando Vidas, Economias e Meios de Subsistência”, a ser operacionalizada no continente, nesta fase da pandemia.

Neste encontro, Angola foi representada pelos ministros dos Transportes, Ricardo D’Abreu, e da Saúde, Sílvia Lutucuta, de acordo com uma nota do sector dos Transportes a que a Angop teve acesso, nesta quarta-feira.

Com a reunião ministerial virtual conjunta procurou-se obter, dentre resultados concretos, abordagem harmonizada no delineamento da coordenação da abertura das fronteiras (mar, ar e terra), recomendações sobre as iniciativas de resposta conjunta, incluindo a conectividade segura global por meio da facilitação de corredores regionais, marítimos e transporte logístico, o reinício e recuperação do sector de transporte aéreo africano, a mobilidade urbana segura e a melhoria do acesso a meios de subsistência em economias rurais

Recomendações

O ministros recomendaram a melhoria da vigilância contra a Covid-19 e a partilha de dados, mecanismos, processos e aplicações tecnológicas, sobre o compartilhar de dados em regiões inter e intra-económicas.

Recomendaram ainda que se faça uma abordagem coordenada para o desenvolvimento de programas de teste nas escolas e para viajar dentro do continente, alavancar os programas de saúde escolar, usando a abordagem da Iniciativa, “PACT” para avaliação e gestão de risco da comunidade.

A reunião ministerial virtual conjunta resulta de um processo de consultas que decorrem desde o início do corrente ano de 2020.

A mesma é realizada na sequência do aumento de casos de Covid-19 confirmados globalmente e a sua rápida expansão é, em resposta, ao Presidente da Comissão da União Africana que convocou uma reunião de emergência dos Ministros da Saúde da UA, a 22 de Fevereiro, em Adis Abeba, Etiópia.

Em Angola, até 18 de Agosto de 2020, foram registados 1.966 casos, com 90 óbitos, 667 recuperados e 1209 activos.

Destes activos, 1133 (93.7%) são assintomáticos.

Angola mantém a província de Luanda e o município do Cazengo (província do Kuanza Norte) sob cerca sanitária, com as medidas restritivas de entrada, na Situação de Calamidade Pública.

Existe um Plano Nacional de Contingência para Resposta à Covid-19 e uma Comissão Multissectorial para gestão da Pandemia.

O Estado angolano está a investir em infra-estruturas para atender aos casos de Covid-19 (cerca de 7000 camas hospitalares e 1000 ventiladores), material de biossegurança e medicamentos.

Registam-se, de igual modo, acções de formação contínuas dos profissionais de Saúde e não só.

- Publicidade -
FonteAngop
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.