- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Covid-19 Covid-19: OMS afirma que população está longe de alcançar imunidade de grupo

Covid-19: OMS afirma que população está longe de alcançar imunidade de grupo

O planeta ainda está longe de alcançar a imunidade colectiva ao novo coronavírus que permita que um grande número de pessoas com anticorpos impeça a propagação da doença covid-19, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A imunidade de grupo a um vírus é normalmente alcançada com a vacinação e a maioria dos cientistas estima que pelo menos 70% da população deve ter anticorpos para prevenir um surto.

“Não devemos viver na esperança de alcançar a imunidade colectiva”, afirmou o director de emergência sanitária da OMS Michael Ryan, na conferência de imprensa desta terça-feira em Genebra. “Como população global, não estamos nem perto dos níveis de imunidade necessários para impedir a transmissão desta doença. Esta não é uma solução e não é uma solução que devemos procurar”, acrescentou.

A maioria dos estudos indicam que apenas cerca de 10% a 20% das pessoas têm anticorpos ao novo coronavírus.

Para Bruce Aylward, conselheiro do director-geral da OMS, qualquer campanha de imunização em massa com uma vacina para a covid-19 teria como objectivo cobrir muito mais de 50% da população mundial.

“Queremos alcançar uma alta cobertura [de anticorpos] e não nos iludirmos por uma sugestão perigosamente sedutora de que a imunidade de grupo pode ser baixa”, sustentou.

“A PANDEMIA ESTÁ A MUDAR”. PESSOAS ABAIXO DOS 40 ANOS ESTÃO A IMPULSIONAR A TRANSMISSÃO DO VÍRUS
A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou que a proporção de infectados pelo novo coronavírus está a aumentar globalmente entre a população mais jovem, colocando em risco o sector populacional mais vulnerável, tal como a população mais velha e doente, que está inserida em meios com uma mancha populacional densa e com um serviço de saúde fraco, avança a Reuters.

Takeshi Kasai, responsável da Organização Mundial de Saúde na Região Ocidental do Pacífico, referiu esta terça-feira que “a pandemia está a mudar”, uma vez que “as pessoas entre os 20, 30, e 40 anos estão a impulsionar a transmissão” do vírus, sendo que “muitas não sabem que estão infectadas”.

“ISTO AUMENTA O RISCO DE TRANSMISSÃO PARA OS MAIS VULNERÁVEIS”
“O que estamos a observar não é um simples ressurgimento. Acreditamos que é um sinal de que entrámos numa nova fase da pandemia na região da Ásia-Pacífico”, acrescentou o responsável da OMS.

Takeshi Kasai deixou ainda a recomendação de que através de uma rápida detecção e resposta na gestão dos casos de infecção, os países serão capazes de travar o número de mortos e a queda das respectivas economias.

- Publicidade -
- Publicidade -

Portos devem servir para transbordo de mercadorias em África

O ministro dos Transportes, Ricardo D'Abreu, declarou esta quarta-feira ser pretensão do governo fazer dos portos angolanos verdadeiras plataformas logísticas regionais, para o transbordo...
- Publicidade -

ONU acusa Venezuela de “possíveis crimes contra a humanidade”

Investigadores das Nações Unidas acusam o Presidente da Venezuela e outras figuras do Estado de terem cometido "possíveis crimes contra a humanidade". As acusações...

Moçambique: Dois ataques contra autocarros em Sofala atribuídos à Junta Militar da Renamo

Homens armados protagonizaram na manhã desta quinta-feira, 17 de Setembro, dois novos ataques na estrada nacional N°6, na província de Sofala, provocando sete feridos...

Última Hora: Túnel da Avenida João XXI em Lisboa cortado devido a incêndio

O Túnel da Avenida João XXI, em Lisboa, está hoje de manhã cortado ao trânsito nos dois sentidos devido a um incêndio num posto...

Notícias relacionadas

Portos devem servir para transbordo de mercadorias em África

O ministro dos Transportes, Ricardo D'Abreu, declarou esta quarta-feira ser pretensão do governo fazer dos portos angolanos verdadeiras plataformas logísticas regionais, para o transbordo...

ONU acusa Venezuela de “possíveis crimes contra a humanidade”

Investigadores das Nações Unidas acusam o Presidente da Venezuela e outras figuras do Estado de terem cometido "possíveis crimes contra a humanidade". As acusações...

Moçambique: Dois ataques contra autocarros em Sofala atribuídos à Junta Militar da Renamo

Homens armados protagonizaram na manhã desta quinta-feira, 17 de Setembro, dois novos ataques na estrada nacional N°6, na província de Sofala, provocando sete feridos...

Última Hora: Túnel da Avenida João XXI em Lisboa cortado devido a incêndio

O Túnel da Avenida João XXI, em Lisboa, está hoje de manhã cortado ao trânsito nos dois sentidos devido a um incêndio num posto...

Viaduto do Cazenga é inaugurado hoje

O viaduto Luanda/Cazenga, localizado entre os distritos urbanos do Rangel e do Tala-Hady, na capital do país, será inaugurado hoje, sexta-feira, 18 de Setembro,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.