- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Futebol Arranca a 'revolução' no Barcelona. Só 4 jogadores são intransferíveis

Arranca a ‘revolução’ no Barcelona. Só 4 jogadores são intransferíveis

Arthur, Júnior Firpo, Rakitic, Braithwaite, Umtiti, Vidal e Dembélé estão de ‘malas aviadas’, mas o clube poderá não ficar por aqui.

O Barcelona já deu arranque àquilo que se vai perfilando como uma verdadeira ‘revolução’ na equipa principal, no seguimento da pesada derrota sofrida diante do Bayern Munique, por 2-8, no estádio da Luz, que culminou com a eliminação dos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

De acordo com o jornal espanhol As, neste momento, só quatro jogadores são tidos como intransferíveis para a direção liderada por Josep Maria Bartomeu. São eles Marc-André ter StegenClément LengletFrenkie de Jong e, claro está, Lionel Messi.

A ‘limpeza’ do plantel blaugrana será feita por ‘vagas’, sendo que, na primeira, encontram-se os nomes de Arthur (já está certo na Juventus), Júnior Firpo, Ivan Rakitic, Martin Braithwaite, Samuel Umtiti, Arturo Vidal e Ousmane Dembélé.

A publicação garante que todos estes jogadores estão identificados para abandonar Camp Nou dentro em breve, através de transferências, trocas ou, em último caso, rescisão do contrato. No entanto, os catalães prometem não ficar por aqui.

Numa segunda ‘vaga’, reservada a jogadores cuja dispensa não é tida como prioritária, encontram-se Nélson Semedo, Luis Suárez, Neto, Sergi Roberto e Antoine Griezmann. Quanto a Gerard Piqué, Sergio Busquets e Jordi Alba, poderão sair, mas apenas caso surja uma proposta considerada “interessante”.

Lugar reservado na equipa principal do Barcelona para a próxima temporada têm, por fim, os jovens Francisco TrincãoAnsu FatiRiqui Puig, Roland Araujo e Pedri.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.