- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Portugal com 157 casos de infeção e três mortes por Covid-19

Portugal com 157 casos de infeção e três mortes por Covid-19

Região de Lisboa e Vale do Tejo regista o número mais elevado de infeções ao dia de hoje, tendo confirmado mais 99 casos em relação aos dados da véspera. O número de casos recuperados em Portugal aumentou para 38.600.

Portugal conta com um total de 52.825 casos confirmados da Covid-19, mais 157 face ao dia anterior, revela o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado esta segunda-feira, 10 de agosto. O número de vítimas mortais do novo coronavírus no país aumentou para 1.759, registando-se três vítimas mortais nas últimas 24 horas.

O boletim epidemiológico divulgado esta tarde indica que, até à data, foram registados 458.607 casos suspeitos e 1.280 pessoas ainda aguardam os resultados das análises laboratoriais da Covid-19. Atualmente existem 404.502 casos não confirmados após as análises, e 37.810 encontram-se sob vigilância das autoridades de saúde.

A DGS revela que atualmente existem 19.094 casos registados no Norte, 4.520 no Centro, 27.209 em Lisboa e Vale do Tejo, 931 no Algarve, 181 casos na Região Autónoma dos Açores, 123 na Região Autónoma da Madeira e 767 casos no Alentejo.

Atualmente existem 374 internados, dos quais 29 estão em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) e 38.600 casos recuperados em Portugal, mais 89 do que os registados no dia de ontem.

O total das 1.738 mortes, 832 foram no Norte, 253 no Centro, 620 em Lisboa e Vale do Tejo, 17 no Algarve, 15 nos Açores, 22 no Alentejo, não se registando nenhuma na Madeira.

O boletim da DGS contabiliza três vítimas mortais do sexo feminino e uma masculina entre os 30 e os 39 anos de idade, juntando-se às duas vítimas mortais, feminina e masculina, entre os 20 e os 29 anos, existindo atualmente seis óbitos confirmados abaixo dos 40 anos de idade.

Existem ainda 10 vítimas mortais do sexo feminino e 10 do sexo masculino entre a faixa etária dos 40 aos 49 anos de idade. Registaram-se 40 vítimas do sexo masculino e 17 do sexo feminino na faixa etária dos 50 aos 59 anos, 109 vítimas entre os 60 e os 69 anos do sexo masculino e 48 do sexo feminino, 211 óbitos masculinos e 134 óbitos femininos entre 70 e os 79 anos. Registam-se ainda 513 vítimas masculinas e 661 vítimas femininas com mais de 80 anos.

Lisboa é o concelho com mais casos confirmados, totalizando 4.691, seguindo-lhe Sintra com 3.906, Loures com 2.413, Amadora conta com 2.299 e Vila Nova de Gaia com 1.839. Porto com 1.492, Odivelas com 1.613, Matosinhos com 1.332, Cascais com 1.478 e Braga com 1.280.

Gondomar tem atualmente 1.111 casos, enquanto Oeiras conta com 1.157, Vila Franca de Xira soma 1.098, Maia tem 974, Seixal conta com 879, Valongo conta com 793 e Almada contabiliza 869. Guimarães soma 754, Ovar conta com 707, Coimbra com 635 e Santa Maria da Feira regista 625 casos confirmados.

O grupo etário com mais casos confirmados é dos 40 aos 49 anos (3.913 homens e 4.818 mulheres), com um total de 8.731, seguindo-se a dos 50 aos 59 anos (3.437 homens e 4.524 mulheres), num total de 7.961. Existem 4.403 crianças e adolescentes infetados, entre os 0 e os 19 anos de idade. Atualmente existem 23.614 homens e 29.211 mulheres infetados pelo novo coronavírus.

O número de casos nas faixas etárias entre os 30 e os 39 anos e os 60 e 69 anos têm verificado aumentos. O boletim da DGS assume a existência de 4.097 homens e 4.534 mulheres infetados entre os 30 e 39 anos, e 2.495 homens e 2.790 mulheres com casos confirmados entre os 60 e 69 anos. Atualmente existem 4.019 mulheres e 1.942 homens com mais de 80 anos infetadas com Covid-19.

Também o grupo etário entre os 20 e os 29 anos de idade têm verificado um aumento considerável de casos positivos, sendo que até à data existem 3.773 homens e 4.335 mulheres com casos positivos. A faixa etária entre os 70 e 79 anos verifica 1.726 homens e 1.941 mulheres infetadas. Existem 45 homens e 33 mulheres cuja idade é desconhecida.

Em relação aos sintomas, os mais referidos são tosse (34%), febre (27%), dores musculares (21%), cefaleias (20%), fraqueza generalizada (14%) e dificuldades respiratórias (9%).

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.