- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Ásia Sri Lanka está a votar em eleições legislativas para renovar o Parlamento

Sri Lanka está a votar em eleições legislativas para renovar o Parlamento

Os cingaleses e tamules do Sri Lanka estão a votar em eleições legislativas dominadas pelo partido dos dois irmãos no poder, o Presidente da República e o seu Primeiro ministro. Acusados de corrupção, mesmo assim, são muito populares no país, onde a oposição está completamente divida.

Mais de 16 milhões de eleitores estão a votar em eleições legislativas para renovar o Parlamento do Sri Lanka que contará com 225 lugares.

Apesar da ameaça do coronavírus, o dia foi marcado por longas filas de gentes para exercerem o seu direito de voto.

Medidas sanitárias fora adoptadas para evitar novas contaminações, como o porte de máscara obrigatório ou mesmo que cada eleitor tivesse a sua própria esferográfica para a cruzinha no boletim de voto.

O primeiro eleitor a colocar o seu boletim de voto foi o Presidente da Comissão eleitoral do Srilanka Mahinda Deshapriya, que votou numa escola da capital, Colombo.

Também o Chefe de Estado Gotabaya Rajapaksa e o seu irmão mais velho, o actual primeiro ministro, Mahinda, antigo presidente da república, estiveram entre os primeiros a votar.

Os dois irmãos que lideram o Podujana, Partido do Sri Lanka, esperam ganhar estas legislativas tendo em conta uma divisão no seio dos partidos da oposição.

Os 2 irmãos querem maioria qualificada para rever Constituição

O Presidente Gotabaya Rajapaksa, de 71 anos, defendeu durante a campanha uma maioria qualificada de dois terços para poder fazer uma revisão da Constituição reforçando os seus poderes, que foram reduzidos pelo anterior vencedor das eleições.

“Será o regresso de um novo regime autoritário”, comentou o analista político, Kusal Perera.

Os dois irmãos e família muito criticados por defensores dos direitos humanos devido à corrupção e múltiplos crimes, governaram durante mais de 10 anos Sri Lanka.

Mas continuam a ter uma grande popularidade no seio da maioria étnica cingalesa por terem posto fim em 2009, a 40 anos de guerra civil com a minoria tamule, uma guerra que fez 100.000 mortos.

Os primeiros resultados destas legislativas são esperados para amanhã ou na sexta-feira.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -

Mali: Bah N’Daw nomeado presidente de transição

O ex-ministro da Defesa Bah N’Daw foi hoje nomeado oficialmente para o cargo de presidente de transição. A cerimónia de tomada de posse está...
- Publicidade -

Covid-19: Síntese Nacional

O quadro sanitário nacional registou, até às 19 horas desta segunda-feira, mais 126 novos casos, dois óbitos e quatro recuperações. No grupo dos 126 novos...

Caso 900 milhões: Carlos São Vicente conhece hoje as suas medidas de coação na PGR

O empresário Carlos São Vicente, suspeito de crime de branqueamento de capitais e peculato, depois de ter visto congelada uma conta sua na Suíça,...

Benguela: Ex-directores do governo provincial condenados

O Tribunal Provincial do Uíge condenou, ontem, Jaime Yamba, ex-director de gabinete do antigo governador Pinda Simão,a quatro anos e seis meses de prisão...

Notícias relacionadas

Mali: Bah N’Daw nomeado presidente de transição

O ex-ministro da Defesa Bah N’Daw foi hoje nomeado oficialmente para o cargo de presidente de transição. A cerimónia de tomada de posse está...

Covid-19: Síntese Nacional

O quadro sanitário nacional registou, até às 19 horas desta segunda-feira, mais 126 novos casos, dois óbitos e quatro recuperações. No grupo dos 126 novos...

Caso 900 milhões: Carlos São Vicente conhece hoje as suas medidas de coação na PGR

O empresário Carlos São Vicente, suspeito de crime de branqueamento de capitais e peculato, depois de ter visto congelada uma conta sua na Suíça,...

Benguela: Ex-directores do governo provincial condenados

O Tribunal Provincial do Uíge condenou, ontem, Jaime Yamba, ex-director de gabinete do antigo governador Pinda Simão,a quatro anos e seis meses de prisão...

Bolsonaro passa por exames médicos em Brasília

O presidente Jair Bolsonaro esteve nesta segunda-feira, 21, no serviço médico do Palácio do Planalto, onde realizou exames pré-operatórios para a cirurgia de retirada...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.