- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Iniciativa Liberal exige “suspensão imediata” do acordo de extradição entre Portugal e...

Iniciativa Liberal exige “suspensão imediata” do acordo de extradição entre Portugal e Hong Kong

Os liberais consideram que Portugal não pode aceitar nem “ser cúmplice” do “atropelo democrático” da nova lei de segurança nacional de Hong Kong, que “limita liberdades fundamentais” e “condiciona a oposição democrática ao regime chinês”.

O Iniciativa Liberal exige a “suspensão imediata” do acordo de extradição entre Portugal e Hong Kong, devido ao fim da independência judicial da região administrativa especial face à China. Os liberais consideram que Portugal não pode aceitar nem “ser cúmplice” do “atropelo democrático” da nova lei de segurança nacional de Hong Kong, que “limita liberdades fundamentais” e “condiciona a oposição democrática ao regime chinês”.

Num projecto de resolução entregue esta quarta-feira na Assembleia da República, o Iniciativa Liberal dá conta de que, com a aplicação da nova lei de segurança nacional em Hong Kong e a extradição de pessoas suspeitas para a China, “a independência judicial de Hong Kong deixa de existir”. Os liberais dizem que isso “viola os compromissos da China junto da comunidade internacional” e rompe com o princípio de ‘um país, dois sistemas’.

Ao mesmo tempo que a autonomia de Hong Kong é posta em causa, o Iniciativa Liberal indica que a nova lei limita liberdades fundamentais, “ao condicionar a oposição democrática ao regime chinês”, estando prevista punição que pode chegar a prisão perpétua para “actividades subversivas, secessão, terrorismo e conluio” com forças estrangeiras que ameacem a segurança nacional. “Portugal não pode aceitar tal atropelo democrático”, defende.

“Em Portugal não se julgam cidadãos por crimes de ‘convicção política’ ou ‘liberdade de pensamento’, duas áreas que podem ser definidas como crimes no quadro da nova lei de segurança nacional aplicada pela China a Hong Kong. Portugal não pode aceitar ser cúmplice de violações ao Estado de Direito, sobretudo quando os direitos dos cidadãos portugueses naquela região não estão devidamente salvaguardados ao abrigo da nova lei”, explicam os liberais.

O Iniciativa Liberal alerta ainda que a lei é “aplicável a qualquer pessoa, independentemente da sua nacionalidade, local de residência e local onde tenha praticado o alegado crime (bem como do que estipule a lei aí em vigor)” e abre caminho à “acusação, extradição e julgamento de opositores ao regime, desde activistas e dissidentes até jornalistas e académicos, em tribunais chineses que não são independentes do poder político”.

Face a isso, o Iniciativa Liberal sugere ao Governo português que siga o caminho de países como Reino Unido, Alemanha, Canadá e Austrália e suspenda o acordo de extradição com a região administrativa especial chinesa. O acordo com Hong Kong, que prevê a “entrega de infractores em fuga”, está em vigor desde 2001.

- Publicidade -
FonteJE
- Publicidade -

Jovem malaia luta pelo direito de não usar véu islâmico

A decisão de deixar de usar o véu islâmico e denunciá-lo como uma obrigação patriarcal valeu a Maryam Lee muitas críticas e uma investigação...
- Publicidade -

Mãe queima mão do filho por furto de telemóvel

Uma cidadã de 27 anos de idade queimou a mão direita do seu filho de 12 anos num fogareiro, no Lubango, província da Huíla,...

EUA: Substituição da juíza Ruth Bader Ginsburg opõe democratas e republicanos

A substituição de Ruth Bader Ginsburg, juíza do Supremo Tribunal Federal de Justiça e ícone progressista a favor dos direitos das mulheres, das minorias...

Pandemia transtorna Angola há seis meses

Completam-se hoje, 21 de Setembro, seis meses desde que foram anunciados, pela voz da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, os dois primeiros casos positivos...

Notícias relacionadas

Jovem malaia luta pelo direito de não usar véu islâmico

A decisão de deixar de usar o véu islâmico e denunciá-lo como uma obrigação patriarcal valeu a Maryam Lee muitas críticas e uma investigação...

Mãe queima mão do filho por furto de telemóvel

Uma cidadã de 27 anos de idade queimou a mão direita do seu filho de 12 anos num fogareiro, no Lubango, província da Huíla,...

EUA: Substituição da juíza Ruth Bader Ginsburg opõe democratas e republicanos

A substituição de Ruth Bader Ginsburg, juíza do Supremo Tribunal Federal de Justiça e ícone progressista a favor dos direitos das mulheres, das minorias...

Pandemia transtorna Angola há seis meses

Completam-se hoje, 21 de Setembro, seis meses desde que foram anunciados, pela voz da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, os dois primeiros casos positivos...

Mulher infectada com Covid contagiou 15 pessoas em voo

Uma mulher, infectada com Covid-19, teria propagado o vírus a outros 15 passageiros de um voo internacional entre Londres e o Vietname, de acordo...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.