- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política UNITA acusa Governo de falhar compromissos

UNITA acusa Governo de falhar compromissos

O presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior, acusou ontem, no Cuito, o Governo, de incumprimento dos Acordos do Luena, assinados há 18 anos, no Moxico.

Segundo o político, a devolução do património e o caso dos desmobilizados continuam por se resolver, o que mostra falta de vontade política do Executivo.

Adalberto Costa Júnior falava em conferência de imprensa, à margem das comemorações do 3 de Agosto, dia de nascimento do líder fundador da UNITA, Jonas Savimbi.

“É inaceitável que, 18 anos depois da assinatura dos Acordos de Paz, o Governo angolano não seja capaz de fazer cumprir os pressupostos da reconciliação nacional. Ainda hoje temos pendentes vários por realizar dos Acordos de Paz subscritos no Luena e nunca concretizados. Temos os pendentes sobre os antigos combatentes e sobre o património da UNITA. Passados 18 anos, o Governo ainda não devolveu este património”, sublinhou.

A ser assim, acrescentou, o MPLA vai se arrepender quando acontecer a alternância do poder. “E quando acontecer essa alternância, queremos que seja a UNITA a ganhar, nós vamos colocar a reposição da História e, no Largo 1º de Maio não terá apenas uma estátua, mas três. Quando a alternância acontecer, e vai acontecer, o MPLA vai se arrepender”, reafirmou, ao falar sobre os heróis da Luta de Libertação Nacional.

Eleições autárquicas

O político voltou a falar sobre o silêncio do Executivo quanto à realização ou não das eleições autárquicas este ano. “Até hoje ninguém vem dizer o que se passa com as autarquias. O angolano, de forma generalizada, acreditou que este ano teríamos eleições. O partido que governa o país tem algum receio de levar essa lei ao debate, porque sabe que a maioria dos cidadãos é contra a realização gradual das eleições autárquicas”, salientou, acrescentando que “o país não pode ser adiado por causa da Covid-19”.

Como exemplo apontou o Malawi, que realizou eleições gerais muito recentemente, e Cabo Verde, que as marcou para Outubro.

Durante a viagem de carro de Luanda para o Andulo, registou-se um incidente envolvendo a caravana do presidente da UNITA e elementos da Polícia Nacional. Adalberto Costa Júnior acusou o segundo comandante provincial da Polícia Nacional do Bié de estar envolvido no incidente que reteve a sua caravana durante duas horas e meia no posto policial de Calussinga.

Considerou que “foi um incidente muito grave”, porque a caravana passou em todos os controlos e só ali foi obrigada a parar. Adalberto Costa Júnior apelou aos jovens a respeitar as medidas de protecção contra o novo coronavírus. No seu entender, muitos jovens ainda estão a comportar-se como se fossem imunes à doença. Alertou que a doença não atinge só os mais velhos.

“Faço aqui um apelo aos jovens, pois temos estado a constatar, em Angola e não só, que há uma tendência dos mais novos pensarem que não é problema para eles, e por isso não observam as medidas de segurança. Apelamos à vigilância, segurança sanitária, como o uso das máscaras em locais públicos, e a desinfecção das mãos”, apelou.

Adalberto Costa Júnior afirmou que a UNITA sempre foi solidária com o Governo, desde o início do Estado de Emergência. Referiu que desde o surgimento dos primeiros casos, verificou-se que havia uma tendência de olhar apenas para a Covid-19 e esquecer o atendimento de outras doenças, como a malária.

Assimetrias

Numa declaração alusiva ao aniversário de nascimento do fundador do partido, Jonas Savimbi, assinalado ontem, a UNITA sugeriu a eliminação das assimetrias para o desenvolvimento harmonioso e equilibrado das comunidades. Referiu que o desenvolvimento inclusivo passa pela justa distribuição dos recursos, igualdade de oportunidades e dinamização da agricultura familiar.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -

“Braço direito” de João Lourenço teria enriquecido com contratos públicos, diz emissora

Reportagem da portuguesa tvi24 afirma que Governo angolano tem contratado empresa do chefe de Gabinete Edeltrudes Costa para prestar serviços. Costa teria construído fortuna...
- Publicidade -

PR reconhece impacto negativo da Covid-19

Ao intervir no debate geral da 75ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, o Chefe de Estado angolano afirmou que a pandemia afectou...

Sonangol com resultados líquidos de USD 125 milhões em 2019

 A Sonangol anunciou, esta terça-feira, resultados líquidos de 125 milhões de Dólares, equivalentes a 45 mil 854 milhões de Kwanzas, no seu exercício de...

Angola garante que vai pagar dívida comercial mesmo com juros elevados

O secretário de Estado das Finanças de Angola garantiu hoje que o país vai honrar os compromissos financeiros com os credores comerciais apesar da...

Notícias relacionadas

“Braço direito” de João Lourenço teria enriquecido com contratos públicos, diz emissora

Reportagem da portuguesa tvi24 afirma que Governo angolano tem contratado empresa do chefe de Gabinete Edeltrudes Costa para prestar serviços. Costa teria construído fortuna...

PR reconhece impacto negativo da Covid-19

Ao intervir no debate geral da 75ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, o Chefe de Estado angolano afirmou que a pandemia afectou...

Sonangol com resultados líquidos de USD 125 milhões em 2019

 A Sonangol anunciou, esta terça-feira, resultados líquidos de 125 milhões de Dólares, equivalentes a 45 mil 854 milhões de Kwanzas, no seu exercício de...

Angola garante que vai pagar dívida comercial mesmo com juros elevados

O secretário de Estado das Finanças de Angola garantiu hoje que o país vai honrar os compromissos financeiros com os credores comerciais apesar da...

Tadej Pogacar entrou na história da Volta a França em bicicleta

A Volta a França em bicicleta acabou no passado domingo 20 de Setembro com o triunfo de uma Nação, a Eslovénia, que conseguiu pôr...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.