- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Mais um filho ilegítimo para Alberto do Mónaco

Mais um filho ilegítimo para Alberto do Mónaco

O príncipe já reconheceu a paternidade de dois ilegítimos: Jazmin e Alexandre. Agora uma brasileira garante que ele também é pai da sua filha de 15 anos.

Além dos dois filhos legítimos que tem do seu casamento com Charlène, os gémeos Jaime e Gabriela, de 5 anos, Alberto do Mónaco, de 62, tem outros dois ilegítimos de relações anteriores – Jazmin Grace, de 28 anos, e Alexandre, de 16. Mas poderá haver mais uma herdeira da imensa fortuna do filho de Rainier e Grace do Mónaco.

Uma brasileira vem agora afirmar que o príncipe é o pai da sua filha, nascida a 4 de julho de 2005. A mulher em causa, que não revela a sua identidade, garante que teve uma relação com Alberto em 2004, da qual meses depois nasceu uma filha, e por isso solicitou num tribunal de Milão que ele se submeta a uma prova de ADN para esclarecer a paternidade.

Veterano no reconhecimento de paternidade
A revista alemã Bunte falou com o advogado que representa a mulher – que por ironia se chama Erich Grimaldi, o mesmo apelido da família real do Mónaco – que espera chegar a um acordo com o príncipe, já que não será vantajoso para Alberto que o caso se arraste até ao tribunal.

O irmão das princesas Carolina e Stéphanie é um veterano a lidar com este tipo de situação. Jazmin é fruto de uma breve relação que manteve com Tamara Rotolo, uma empregada de mesa que conheceu na Riviera francesa, em julho de 1991. Numa primeira fase, Alberto negou ser pai da criança e recusou pagar uma pensão de alimentos.

Até que em 2006, decidiu reconhecer a paternidade e dar-lhe o seu nome. Algo parecido se passou com Alexandre, filho que teve com Nicole Coste, uma assistente de bordo togolesa. Agora, uma adolescente brasileira, de 15 anos, poderá juntar-se à lista dos filhos ilegítimos de Alberto do Mónaco, caso o teste de ADN, se chegar a ser feito, o prove.

 

- Publicidade -
FonteSábado
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.