- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Argélia: Libertados jornalista e "cameraman" detidos a 28 de Julho

Argélia: Libertados jornalista e “cameraman” detidos a 28 de Julho

Libertados esta quarta-feira o jornalista Moncef Aït Kaci, correspondente da France 24 e o operador de imagem Ramdane Rahmouni, após uma forte mobilização da diplomacia francesa, do grupo France Medias Monde, da ong Reporteres sem Fronteiras e das redes sociais.

A forte mobilização da diplomacia francesa, da direcção do grupo France Medias Monde – do qual o canal de televisão France 24 e a RFI fazem parte – da ong Reporteres sem Fronteiras e das redes sociais, levou a justiça argelina a ordenar a libertação esta quarta-feira (29/07) dos dois jornalistas colocados na véspera em prisão preventiva.

O jornalista argelino Moncef Aït Kaci, antigo correspondente do canal de televisão France 24 – do grupo France Médias Monde – FMM – do qual a RFI faz parte – e do operador de câmara Ramdane Rahmouni é preocupante alertou a 28 de Julho a ong Reporteres sem Fronteiras, denunciando “um aumento da repressão à liberdade de imprensa na Argélia”.

“As autoridades argelinas mergulham na espiral infernal da repressão, na qual novas medidas arbitrárias servem para encobrir as precedentes”, deplora a ong num tweet, recordando que “depois de Khaled Drareni, o correspondente de Reporteres sem Fronteiras e do canal de televisão TV5, preso há quatro meses e de quem reclamamos a libertação, é a vez de serem detidos dois outros jornalistas, Moncef Aït Kaci e o seu colega Ramdane Rahmouni são vítimas da repressão implacável das autoridades argelinas”.

Ambos foram ouvidos pela justiça em Argel e colocados em prisão preventiva nesta terça-feira (28/07), segundo o Comité Nacional para a Libertação dos Presos, uma associação de apoio aos prisioneiros de opinião.

O jornalista Moncef Aït Kaci e o “cameraman” Ramdane Rahmouni são perseguidos desde Novembro de 2019 e acusados de prejudicar os interesses argelinos, de financiamentos estrangeiros e de colaboração com canais de televisão estrangeiros sem acreditação, segundo a RSF.

O advogado de defesa de ambos Abdelghani Badi que “não precisou as razões da sua detenção”, podendo estar ligadas a questões ligadas à sua acreditação na Argélia, disse esta terça-feira ao canal France 24 que “as acusações são graves” e que o processo é político.

“No dia 1 de Julho de 2020 o canal de televisão France 24 decidiu pôr termo à minha colaboração como correspondente, porque eu já não trabalhava no terreno, precisamente porque respeitei as instruções”, afirma Moncef Aït Kaci em carta publicada na site de informação Casbah Tribune.

O director deste site Khaled Drareni, considerado um símbolo do combate pela liberdade de imprensa na Argélia, foi preso em finais de Março após ter feito a cobertura em Argel de uma manifestação do movimento de contestação Hirak, será julgado a 3 de Agosto.

Nenhum jornalista pode ser correspondente de um media estrangeiro na Argélia sem a devida acreditação e em 2020 nenhuma acreditação foi dada a correspondentes locais de medias franceses, incluindo da agência de informações AFP.

Segundo a última classificação sobre liberdade de imprensa feita pela ong Reporteres sem Fronteiras em 180 países, a Argélia ocupa o lugar 146 e perdeu 5 lugares em relação ao relatório anterior.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -

Caso 900 milhões: Irene Neto com contas congeladas e bens apreendidos em Angola

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje ao Novo Jornal que as contas de Irene Neto, filha do primeiro Presidente de Angola, Agostinho Neto,...
- Publicidade -

Cidadão mata amigo após desentendimento

Uma briga entre amigos resultou na morte, com bloco de construção civil, de um adolescente de 17 anos de idade, praticado por outro já...

Por causa de fumaça de queimadas, avião de Bolsonaro arremete em Mato Grosso

O presidente Jair Bolsonaro disse que o avião em que estava precisou arremeter ao tentar pousar em Sinop, no Mato Grosso, devido à falta...

RTP homenageia Waldemar Bastos e Carlos Burity (Vídeo)

Em vida eram presenças assíduas nos programas de entretenimento da RTP, radiotelevisão portuguesa. O programa Conversas ao Sul lembrou-se disso e fez publicamente uma...

Notícias relacionadas

Caso 900 milhões: Irene Neto com contas congeladas e bens apreendidos em Angola

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje ao Novo Jornal que as contas de Irene Neto, filha do primeiro Presidente de Angola, Agostinho Neto,...

Cidadão mata amigo após desentendimento

Uma briga entre amigos resultou na morte, com bloco de construção civil, de um adolescente de 17 anos de idade, praticado por outro já...

Por causa de fumaça de queimadas, avião de Bolsonaro arremete em Mato Grosso

O presidente Jair Bolsonaro disse que o avião em que estava precisou arremeter ao tentar pousar em Sinop, no Mato Grosso, devido à falta...

RTP homenageia Waldemar Bastos e Carlos Burity (Vídeo)

Em vida eram presenças assíduas nos programas de entretenimento da RTP, radiotelevisão portuguesa. O programa Conversas ao Sul lembrou-se disso e fez publicamente uma...

Alberto Neto: Adiamento das autárquicas em Angola é “estratégia” do MPLA

Segundo Alberto Neto, líder do Partido Democrático Angolano, ilegalizado em 2013, o MPLA sabe que não ganharia a 100% em todos os municípios. Por...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.