- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Bolsonaro veta pagamento de duas cotas por vez do auxílio emergencial

Bolsonaro veta pagamento de duas cotas por vez do auxílio emergencial

O Senado aprovou a proposta no dia 8 de julho

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vetou nesta terça-feira (28) o projeto de lei 2.508, que previa a possibilidade de uma pessoa receber duas cotas do auxílio emergencial, independentemente do sexo do provedor, caso fosse provedora única da família.

Em nota, a assessoria do governo apontou que “não há estimativa do impacto orçamentário e financeiro dessa proposição, o que impede juridicamente a sua aprovação”. O comunicado aponta ainda que o veto presidencial não é um “ato de confronto” ao Poder Legislativo.

“Caso o presidente da República considere um projeto, no todo ou em parte, inconstitucional, deverá aplicar o veto jurídico para evitar uma possível acusação de Crime de Responsabilidade. Por outro lado, caso o Presidente da República considere a proposta, ou parte dela, contrária ao interesse público, poderá aplicar o veto político. Entretanto, a decisão final sobre esses vetos cabe ao Parlamento”, diz a nota.

O Senado aprovou a proposta no dia 8 de julho, com o objetivo de dar prioridade à mulher provedora em família monoparental a receber o auxílio emergencial pago pelo governo em decorrência da Covid-19.

A justificativa do projeto era que muitas mulheres que cuidam sozinhas dos filhos não receberam o auxílio porque o ex-cônjuge ou companheiro, pai das crianças, sacou os recursos e não repassou o valor.

A matéria aprovada pelo Senado modificava a Lei 13.982, de 2020. De acordo com a lei, a mulher provedora de família monoparental tinha o direito a receber duas cotas mensais do auxílio, o que dá o valor de R$ 1.200.

São consideradas famílias monoparentais aquelas nas quais a guarda dos filhos ou dependentes seja exclusiva de um dos pais. Pelo projeto, se houvesse informação conflitante entre mãe e pai, seria dada à mulher a preferência no recebimento de auxílio emergencial.

O senado também apontou que não haveria empecilhos para homens receberem o benefício, desde que fossem realmente os provedores de famílias monoparentais.

- Publicidade -
- Publicidade -

Covid-19: Laboratório de RTPCR de Benguela avariado

Duas mil amostras estão pendentes devido a uma avaria registada no único laboratório de testagem da Covid-19 (RTPCR) de Benguela, que atende a região...
- Publicidade -

Garimpeiros morrem soterrados em Chipindo

Um desabamento de terra em minas ilegais de exploração de ouro provocou a morte de três garimpeiros no município de Chipindo, que dista a...

MPLA lamenta morte do deputado Mendes Bartolomeu

O Secretariado do Bureau Político do MPLA, manifestou, nesta terça-feira, consternação pela morte do deputado Mendes Bartolomeu. O deputado do MPLA morreu, nesta terça-feira, numa...

Empresa de Isabel dos Santos impugna nacionalização de Efacec

A Winterfell, empresa de Isabel dos Santos que controlava a Efacec, anunciou ter apresentado uma acção de impugnação da decisão do Governo português de...

Notícias relacionadas

Covid-19: Laboratório de RTPCR de Benguela avariado

Duas mil amostras estão pendentes devido a uma avaria registada no único laboratório de testagem da Covid-19 (RTPCR) de Benguela, que atende a região...

Garimpeiros morrem soterrados em Chipindo

Um desabamento de terra em minas ilegais de exploração de ouro provocou a morte de três garimpeiros no município de Chipindo, que dista a...

MPLA lamenta morte do deputado Mendes Bartolomeu

O Secretariado do Bureau Político do MPLA, manifestou, nesta terça-feira, consternação pela morte do deputado Mendes Bartolomeu. O deputado do MPLA morreu, nesta terça-feira, numa...

Empresa de Isabel dos Santos impugna nacionalização de Efacec

A Winterfell, empresa de Isabel dos Santos que controlava a Efacec, anunciou ter apresentado uma acção de impugnação da decisão do Governo português de...

Serena “escuta” o tendão de Aquiles e decide abandonar Roland Garros

Serena Williams optou por desistir do torneio de Roland Garros pouco antes de enfrentar a búlgara Tsvetana Pironkova e volta a perder a oportunidade...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.