- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Covid-19 Covid-19: Angola com mais uma morte e 16 novos infectados nas últimas...

Covid-19: Angola com mais uma morte e 16 novos infectados nas últimas 24 horas

Angola registou mais uma morte e 16 novos casos positivos de Covid-19, dos quais um detectado na província do Cuanza-sul, importado de Luanda, anunciou ontem, o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

O governante que falava no habitual ponto de situação diário da Covid-19, esclareceu que o óbito, trata-se de uma senhora de 41 anos de idade e estava internada no Hospital Geral de Luanda. Em função disso, Franco Mufinda pediu aos cidadãos para evitam aglomerações em restaurantes, mercados, paragens de táxi e outros locais públicos, para evitar a exposição e contaminação da Covid-19, numa altura em que o país regista 932 casos positivos e 40 óbitos.

“Com o elevado número de casos positivos apelamos, mais uma vez, para o redobrar das medidas de protecção, que passam pelo uso correcto da máscara facial, lavagem frequente das mãos com água e sabão ou a desinfecção com álcool em gel, manter o distanciamento social e a não violação da cerca sanitária”, alertou.

As projecções feitas recentemente pelas autoridades sanitárias, com base nos testes rápidos serológicos, apontam que até Setembro Luanda pode chegar aos 45 mil casos positivos da Covid-19, numa altura em que quatro em cada 100 pessoas estão expostas ao vírus SARS-Cov-2. O secretário de Estado considerou que a situação ainda é preocupante e para contornar este quadro os cidadãos têm de ter maior responsabilidade para travar a cadeia de transmissão, fundamentalmente em Luanda, onde a circulação é comunitária.

O dirigente anunciou dos 16 casos positivos da Covid-19, 15 são de Luanda, dos municípios de Belas, Talatona, Cacuaco e Viana. Outros foram registados nos distritos urbanos da Ingombota e Maianga. Quanto ao caso positivo do Cuanza-Sul, trata-se de uma mulher de 35 anos e que já se encontra sob os cuidados das autoridades sanitárias no centro de tratamento da Covid-19 do Sumbe.

O secretário de Estado para a Saúde Pública esclareceu que os casos reportados de Luanda são de cidadãos com idades compreendidas entre os dois e 82 anos, sendo oito do sexo feminino e sete do sexo masculino. O governante informou que com alteração dos dados, a situação epidemiológica no país contabiliza agora um total de 932 casos positivos, com o registo de 40 óbitos, 242 recuperados e 650 activos.

Catorze em estado crítico

Dos 650 casos activos, 14 estão em estado crítico com tratamento de ventilação mecânica invasiva, três precisam de cuidados de hemodiálise e os restantes estão clinicamente estáveis em unidades sanitárias de referência.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu ontem 44 chamadas, todas ligadas a pedidos de informação sobre a Covid-19. Nas últimas 24 horas foram processadas 282 amostras, sendo 16 positivas e 266 negativas. O total de exames processados é de 58.605, com 932 positivos e 57.673 negativos.

Quanto às testagens rápidas serológicas, nas últimas 24 horas foram feitas a 91 pessoas, das quais cinco reactivas, o que significa que 5,5 em cada 100 cidadãos rastreados estiveram expostos ao SARS-CoV-2. No capítulo dos testes rápidos serológicos, até ontem foram processados 29.733, sendo 1.600 reactivos.

Franco Mufinda informou que dos 91 casos reactivos registados nas últimas 24 horas, apenas um na província da Lunda-Sul foi diagnosticado como IGM, mas está a caminho de Luanda para confirmar se está infectado com a Covid-19. A quarentena institucional tem 465 pessoas e ontem foram dadas alta a 13 cidadãos, sendo nove de Luanda e quatro de Benguela. Os contactos sob vigilância das autoridades sanitárias são nesta altura de 3.913 cidadãos.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...
- Publicidade -

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Inacom e parceiros criam plataforma de diálogo

O Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), as operadoras e as associações dos consumidores, decidiram, a partir desta quinta-feira, em Luanda, a criação de uma...

Notícias relacionadas

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Inacom e parceiros criam plataforma de diálogo

O Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), as operadoras e as associações dos consumidores, decidiram, a partir desta quinta-feira, em Luanda, a criação de uma...

Executivo aprova regime de protecção social obrigatória

A Comissão Económica do Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, o regime jurídico de protecção social obrigatória dos trabalhadores por conta de outrem, inseridos...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.