- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Covid-19: TAAG vai repatriar mais de dois mil cidadãos retidos em Portugal

Covid-19: TAAG vai repatriar mais de dois mil cidadãos retidos em Portugal

A TAAG vai transportar, a partir de dia 24 deste mês até ao final do ano, mais de dois mil cidadãos angolanos retidos em Portugal, devido às restrições impostas pela pandemia da Covid-19, anunciou hoje (quarta-feira) o ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu.

Dos dois mil e 100 registados pelos serviços consulares angolanos em Portugal, mil e 800 estão em Lisboa e 300 na cidade do Porto.

Desde que foi decretado o Estado de Emergência, a 27 de Março último, a TAAG transportou três mil e 750 cidadãos angolanos que estavam retidos no estrangeiro, com uma periodicidade de realização de voos de 14 dias.

Deste número de passageiros repatriados no âmbito do plano de contingência para fazer face à Covid, a TAAG transportou, no mês em curso, 760 cidadãos.

Segundo o ministro, que falava na habitual conferência de imprensa de actualização de dados da Covid-19, o primeiro critério é para cidadãos com bilhete válido emitido pela TAAG.

Explicou que, para este grupo que regressa ao país, a prioridade vai para doentes, idosos e cidadãos com junta médica.

Para embarque, a condição é o cidadão apresentar o certificado de ter feito o teste da Covid-19 nas 72 horas que antecedem o embarque.

Alertou para a necessidade de todos os passageiros fazerem-se acompanhar dos seus meios de protecção e biossegurança.

Para a classe executiva, o passageiro tem direito a três volumes de 32 kg de bagagem, enquanto na económica serão três por 23 kg.

- Publicidade -
FonteAngop
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.