- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Política Oficiais de justiça ameaçam entrar em greve no próximo mês

Oficiais de justiça ameaçam entrar em greve no próximo mês

Os oficiais de justiça de Angola ameaçam entrar em greve de 24 a 28 de Agosto, para reivindicar a inserção dos funcionários promovidos na segunda fase do processo de progressão na carreira.

A informação foi avançada ao Novo Jornal pelo secretário-geral do Sindicato dos Oficiais de Justiça de Angola (SOJA), Lázaro Binjola, que garantiu que já foi remetido um documento a dar a conhecer ao Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos sobre a possibilidade de uma greve de cinco dias, no próximo mês, caso não se proceda à inserção dos promovidos, dando cumprimento ao acordo assinado.

De acordo com o sindicalista, nunca houve um encontro prévio para discussão da situação e a entidade empregadora “fechou-se em copas”.

“Nós a nível do SOJA dirigimos um ofício a 13 de Maio último, ao ministro Francisco Queirós e ao Conselho Superior da Magistratura Judicial (CSMJ), pedindo esclarecimentos sobre o andamento do processo”, referiu.

Lázaro Binjola salientou também que o processo ficou encerrado no mês de Janeiro e que foi entregue ao Ministério das Finanças em Fevereiro para que fossem inseridos os oficiais promovidos. Desde então, diz o sindicalista, “nenhuma informação foi dada”.

Entretanto, prossegue o secretário-geral do SOJA, a única resposta que o sindicato teve por parte do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos não foi satisfatória.

“Já se passaram dois meses, e, até ao momento, não tivemos nenhuma resposta do ministério e do CSMJ. Se até Agosto a inserção não for feita, então, dia 24 iniciaremos a greve nacional, tal como havíamos prometido no ano passado aquando da primeira greve”, afirmou.

O sindicalista informou que a convocação da greve surge depois de uma reunião no dia 16, onde foi constatada alguma apatia na solução dos problemas que afligem os oficiais de Justiça.

Em reacção, face à posição do SOJA, em nota enviada aos órgãos competentes, o Conselho Superior da Magistratura Judicial (CSMJ) assegurou estarem criadas todas as condições no próximo mês para a efectivação e inserção no Sistema Integrado de Gestão Financeira, dos oficiais de Justiça promovidos na segunda fase do processo de progressão na carreira, garantiu o secretário executivo do CSMJ ao Jornal de Angola na sua edição de hoje (terça-feira,21,).

O responsável destacou que existem passos palpáveis e seguros, através do Ministério das Finanças, que levam a entender que a questão vai ser resolvida.

“Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para evitar esses constrangimentos que embaraçam o trabalho da Justiça”, esclareceu.

- Publicidade -
FonteNJ
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.