- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Governo moçambicano prepara visto electrónico para impulsionar o turismo

Governo moçambicano prepara visto electrónico para impulsionar o turismo

“O e-visa será uma medida de grande impacto na economia, pois o turismo possui uma grande capacidade de geração de divisas tendo em conta a sua característica de prestação de serviço e promoção da captação de receitas provenientes do fluxo turístico”, disse a ministra da Cultura e Turismo, Edelvina Materrula, que falava hoje na assinatura do memorando de entendimento entre os ministérios da Cultura, do Interior e da Terra e Ambiente.

A cooperação interministerial vai realizar um estudo de viabilidade técnica para aferir o sistema de e-visa mais adequado e sustentável e posteriormente desenhar, instalar e testá-lo conforme as opções viáveis indicadas pelo estudo.

De acordo com a ministra, o Plano Estratégico de Desenvolvimento do Turismo 2016-2025 prevê que o país se torne um dos destinos turístico mais vibrantes, dinâmico e exótico de África.

“O e-visa tem como objectivo melhorar o acesso, a promoção e o interesse pelo destino Moçambique, incrementar o fluxo turístico e atrair investidores”, disse Edelvina Materrula.

O visto electrónico tem as vantagens de reduzir o tempo, poupança de custos, retorno de visitantes, receitas e emprego, assim como melhor segurança na tramitação dos processos e autorização dos vistos.

O projecto será implementado com o apoio da Mozbio 2, do Fundo da Biodiversidade, que tem como uma das componentes contribuir para melhoria do ambiente de negócio e o aumento do turismo no país através do desenvolvimento e testagem de um sistema de e-visa.

O Ministério do Interior, através do Serviço Nacional de Migração, será responsável pela administração, gestão e fiscalização do movimento migratório nas fronteiras nacionais, incluindo o ato de conferir a legalidade da permanência de cidadãos estrangeiros no país.

Por seu turno, Ministério da Terra e Ambiente, responsável pela Administração Nacional das Áreas de Conservação, fará a promoção das áreas de conservação, sendo o turismo baseado na natureza uma das intervenções importantes nesta perspectiva.

- Publicidade -
- Publicidade -

ONU: Bolsonaro responsabiliza imprensa pela crise da Covid no Brasil

Na manhã desta terça-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) discursou na Assembleia Geral da ONU e usou seu espaço para rebater críticas...
- Publicidade -

Dinheiro destinado às calamidades pode ser desviado, alerta o CIP

O Centro de Integridade Pública (CIP), acusa o Governo moçambicano de negligenciar a protecção social e alerta que se não forem tomadas medidas, o...

BDA disponibiliza AKZ 900 milhões para cooperativas agrícolas

O Banco de Desenvolvimento Angolano (BDA) disponibilizou, esta terça-feira, 900 milhões de Kwanzas (Akz) para financiar 18 cooperativas agrícolas da província do Huambo, no...

Transporte procura alterar a Lei da Marinha Mercante e portos

O Ministério dos Transportes está, actualmente, a proceder à alteração da Lei da Marinha Mercante e Portos, além de outras iniciativas, como a necessidade...

Notícias relacionadas

ONU: Bolsonaro responsabiliza imprensa pela crise da Covid no Brasil

Na manhã desta terça-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) discursou na Assembleia Geral da ONU e usou seu espaço para rebater críticas...

Dinheiro destinado às calamidades pode ser desviado, alerta o CIP

O Centro de Integridade Pública (CIP), acusa o Governo moçambicano de negligenciar a protecção social e alerta que se não forem tomadas medidas, o...

BDA disponibiliza AKZ 900 milhões para cooperativas agrícolas

O Banco de Desenvolvimento Angolano (BDA) disponibilizou, esta terça-feira, 900 milhões de Kwanzas (Akz) para financiar 18 cooperativas agrícolas da província do Huambo, no...

Transporte procura alterar a Lei da Marinha Mercante e portos

O Ministério dos Transportes está, actualmente, a proceder à alteração da Lei da Marinha Mercante e Portos, além de outras iniciativas, como a necessidade...

FIFA: Tribunal suíço pediu 28 meses de prisão para o Presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi

28 meses de prisão é o que pede o Tribunal suíço para o Presidente do Paris Saint-Germain, o Qatari Nasser Al-Khelaifi, acusado de corrupção...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.