- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Guiné-Bissau Principal hospital da Guiné-Bissau fornece refeições e dá medicamentos

Principal hospital da Guiné-Bissau fornece refeições e dá medicamentos

O director do Hospital Nacional Simão Mendes, principal unidade médica na Guiné-Bissau, Agostinho Semedo, é por estes dias um homem “bastante contente”, porque o Governo passou a dar alimentação aos doentes internados e medicamentos gratuitos nas urgências.

Mas, Agostinho Semedo permanece preocupado com o comportamento dos utentes do hospital que ainda continuam a juntar-se no espaço quando acompanham os doentes.

Faz hoje dez dias desde que, por decisão do Governo, nenhum doente internado no Hospital Nacional Simão Mendes pode ter comida de casa.

Uma empresa foi contratada, através de concurso público, para fornecer quatro refeições (pequeno-almoço, almoço, lanche e jantar) aos doentes e ao pessoal médico de serviço no hospital.

A dona da empresa, a empresária guineense Paula Teixeira, contou à Lusa que o problema reside no numero excessivo de pessoas que acabam por estar no hospital quando os 26 colaboradores da sua empresa começam a levar as refeições para as enfermarias.

No contrato estabelecido com o ministério das Finanças, a empresa de Paula Teixeira tem de servir o máximo de 640 refeições diárias, mas pelas contas da empresaria e pelas informações que vai recebendo do pessoal do hospital, o número poderá ascender às 800.

A empresária afirmou que o contrato firmado com o Governo não prevê o fornecimento de refeições para tantas pessoas e espera que se encontre uma solução para o problema que disse ser criado pelo pessoal médico que está no hospital e também pelos acompanhantes dos doentes.

Já ao pequeno-almoço há pão com queixo e fiambre de peru para adultos, leite com chocolate para crianças, o lanche pode ser iogurte para crianças e uma peça de fruta para adultos e o jantar pode ser arroz doce e salada fria para diabéticos.

- Publicidade -
- Publicidade -

Espionagem: os telefones ultra-seguros dos presidentes africanos

Entre a vigilância de oponentes e terroristas, o suculento mercado de espionagem em África Em África, o mercado das “orelhas grandes” está a crescer....
- Publicidade -

Boston vence Heat e reduz desvantagem

Ao vencerem na madrugada deste domingo os Miami Heat, por 117-106, os Boston Celtic reduziram para 1-2 a desvantagem nos "play-offs" a melhor de...

Porto entra a vencer no Dragão

O FC do Porto recebeu e venceu sábado, no estádio do dragão o Braga por 3-1, jogo referente a primeira jornada da Liga Nos...

Covid-19: Angola regista 53 novos casos e dois recuperados

As autoridades sanitárias anunciaram o registo, nas últimas 24 horas, de 53 novas infecções e dois recuperados. Segundo o secretário de Estado para a Saúde...

Notícias relacionadas

Espionagem: os telefones ultra-seguros dos presidentes africanos

Entre a vigilância de oponentes e terroristas, o suculento mercado de espionagem em África Em África, o mercado das “orelhas grandes” está a crescer....

Boston vence Heat e reduz desvantagem

Ao vencerem na madrugada deste domingo os Miami Heat, por 117-106, os Boston Celtic reduziram para 1-2 a desvantagem nos "play-offs" a melhor de...

Porto entra a vencer no Dragão

O FC do Porto recebeu e venceu sábado, no estádio do dragão o Braga por 3-1, jogo referente a primeira jornada da Liga Nos...

Covid-19: Angola regista 53 novos casos e dois recuperados

As autoridades sanitárias anunciaram o registo, nas últimas 24 horas, de 53 novas infecções e dois recuperados. Segundo o secretário de Estado para a Saúde...

Flávio Fortes, andebolista cabo-verdiano quer triunfar na liga francesa e no Mundial

Os diferentes campeonatos de andebol em França já estão em andamento, quer em masculinos, quer em femininos. Na liga francesa de Nationale 1, terceiro...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.