- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade SIC desmantela rede especializada em roubo de viaturas

SIC desmantela rede especializada em roubo de viaturas

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) desmantelou parcialmente, esta semana, em Luanda, uma rede de cidadãos nacionais e estrangeiros supostamente envolvidos no roubo de viaturas e acessórios.

Foram detidos 40 elementos, dos quais quatro da Guine-Conacry e da Nigéria com idades entre os 19 e 48 anos de idade.

Os operativos do SIC apreenderam 12 armas de fogo, 20 viaturas, 204 placas electrónicas, 13 para-choques, rádios reprodutores, elevadores e quadros de instrumentos, com realce para as de Chevrolet, Chana, Nissan (Micro).

Constam ainda Toyota (Prado, Hilux e Hiace – vulgo quadradinho), Hyundai (I10, Elantra, Accent e Vera Cruz), Kia Picanto, Mitsubishi (Pagero) e Suzuki Celerio.

O porta-voz do SIC/Luanda, Intendente Fernando de Carvalho, disse hoje à ANGOP que os assaltos, na sua maioria qualificados com recurso a arma de fogo, foram realizados desde 2019 nos municípios de Luanda, Kilamba-Kiaxi e Viana.

De acordo com o oficial, os estrangeiros eram mandantes e compradores dos acessórios roubados, que comercializam em estabelecimentos de vendas de peças no mercado dos Correios.

Os angolanos tinham como missão efectuar os roubos, enquanto um número não determinado de elementos dito como mandantes encontram-se em fuga, estando em curso um processo investigativo com vista a detenção

A detenção dos suspeitos ocorreu no âmbito de um plano estratégico do SIC de combate aos crimes de roubo e furto de viaturas .

O oficial aconselhou os proprietários de viaturas a instalarem o Sistema Global de Posicionamento (GPS) ou alarmes, bem como apelou para a cultura da denúncia de práticas criminosas.

Aconselhou ainda os cidadãos as contactarem a Direcção de Transito e Segurança Rodoviária e o SIC, quando estiver a negociar a compra de viaturas, no sentido de se determinar a veracidade da mesma.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.