- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Mali: Oposição rejeita concessões do presidente e diz que oito pessoas foram...

Mali: Oposição rejeita concessões do presidente e diz que oito pessoas foram mortas a tiro

No Mali a oposição rejeitou concessões anunciadas pelo presidente Ibrahim Boubacaar Keita para se resolver a crescente crise política que resultou já em mortes durante manifestações anti-governametnais.

Keita anunciou no Sábado que vai dissolver o Tribunal Constitucional e tomar medidas para aplicar as recomendações da CEDAO entre as quais a repetição das eleições legislativas em alguns círculos eleitorais.

Um porta voz do M5-RFP uma coligação de dirigentes políticos, religiosos e da sociedade civil que iniciou os protestos há cerca de um mês, rejeitou as propostas do presidente exigindo a sua demissão imediata.

Na sexta-feira quatro pessoas foram mortas na capital Bamako quando manifestantes ocuparam o parlamento e a estação de rádio governamental.

A oposição disse que oito outras pessoas foram mortas a tiro no Sábado algo que não foi confirmado pelas autoridades.

O presidente Keita disse que permanece aberto ao diálogo mas condenou actos de vandalismo

A situação no Mali está a causar grande preocupação aos países vizinhos e potências externas como a França que estão envolvidos numa campanha militar contra grupos rebeldes islâmicos na região do Sahel.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -

FACTUALIDADES: A semana em revista

Foi a enterrar no passado dia 30 de Julho, uma das figuras emblemáticas da política angolana. O general Kundi Paihama foi ao longo da...
- Publicidade -

MPLA nega envolvimento na inviabilização do PRA-JA Servir Angola junto do Tribunal Constitucional

O secretário do Bureau Político do MPLA para os Assuntos Políticos e Eleitorais, Mário Pinto de Andrade, desvalorizou as declarações do coordenador da comissão...

Artistas reclamam que apoio do Governo moçambicano não chega à Zambézia

Artistas na Zambézia reclamam que recursos do projecto "Arte no Quintal”, idealizado pelo Governo para apoiá-los durante a pandemia, não chega à província: "Quando...

Covid-19: Campanha “Luanda Solidária” ajuda professores do ensino privado

Campanha "Luanda Solidária" pretende angariar fundos para ajudar professores do ensino privado que passam dificuldades devido à Covid-19. Mas o Estado angolano não deve...

Notícias relacionadas

FACTUALIDADES: A semana em revista

Foi a enterrar no passado dia 30 de Julho, uma das figuras emblemáticas da política angolana. O general Kundi Paihama foi ao longo da...

MPLA nega envolvimento na inviabilização do PRA-JA Servir Angola junto do Tribunal Constitucional

O secretário do Bureau Político do MPLA para os Assuntos Políticos e Eleitorais, Mário Pinto de Andrade, desvalorizou as declarações do coordenador da comissão...

Artistas reclamam que apoio do Governo moçambicano não chega à Zambézia

Artistas na Zambézia reclamam que recursos do projecto "Arte no Quintal”, idealizado pelo Governo para apoiá-los durante a pandemia, não chega à província: "Quando...

Covid-19: Campanha “Luanda Solidária” ajuda professores do ensino privado

Campanha "Luanda Solidária" pretende angariar fundos para ajudar professores do ensino privado que passam dificuldades devido à Covid-19. Mas o Estado angolano não deve...

Violência xenófoba contra moçambicanos faz um morto em Joanesburgo

Um imigrante moçambicano morreu e pelo menos 18 pessoas também de nacionalidade moçambicana ficaram desalojadas por alegada violência xenófoba no leste de Joanesburgo, África...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.