- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo México Com mais de 35 mil mortes pela COVID-19, México passa Itália em...

Com mais de 35 mil mortes pela COVID-19, México passa Itália em óbitos causados pela doença

O México chegou neste domingo (12) a marca de mais de 35.000 mortes causadas pela COVID-19, tornando-se o quarto país do mundo com mais óbitos provocados pela doença.

Anteriormente, a Itália era quarta nação do mundo com mais vítimas fatais provocadas pelo coronavírus.

Em primeiro lugar, aparecem os Estados Unidos, com mais de 135.000 mortes, seguidos pelo Brasil, com mais de 72.000, e Reino Unido, que tem quase 45.000 óbitos causados pela COVID-19.

Segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins, o México registrava no início da madrugada de segunda-feira (13) 35.006 mortes pelo coronavírus, enquanto a Itália tinha 34.954.

Em números de casos, o México registava 299.750 pessoas infectadas pelo vírus. O país é o sétimo do mundo com maior número de casos, atrás de Estados Unidos, Brasil, Índia, Rússia, Peru e Chile.

‘Perdendo intensidade’
Apesar dos números, o presidente mexicano, Manuel López Obrador, disse neste domingo (12) que a epidemia estava “perdendo intensidade” no país, segundo publicado pela agência Reuters.

Ele também acusou a “mídia conservadora” de causar alarmismo. O governo vem sendo criticado por promover a reabertura da economia neste momento.

Nas últimas 24 horas, o país registou 276 mortes e 4.482 novos casos da COVID-19.

- Publicidade -
FonteSputnik
- Publicidade -

MPLA nega envolvimento na inviabilização do PRA-JA Servir Angola junto do Tribunal Constitucional

O secretário do Bureau Político do MPLA para os Assuntos Políticos e Eleitorais, Mário Pinto de Andrade, desvalorizou as declarações do coordenador da comissão...
- Publicidade -

Artistas reclamam que apoio do Governo moçambicano não chega à Zambézia

Artistas na Zambézia reclamam que recursos do projecto "Arte no Quintal”, idealizado pelo Governo para apoiá-los durante a pandemia, não chega à província: "Quando...

Covid-19: Campanha “Luanda Solidária” ajuda professores do ensino privado

Campanha "Luanda Solidária" pretende angariar fundos para ajudar professores do ensino privado que passam dificuldades devido à Covid-19. Mas o Estado angolano não deve...

Violência xenófoba contra moçambicanos faz um morto em Joanesburgo

Um imigrante moçambicano morreu e pelo menos 18 pessoas também de nacionalidade moçambicana ficaram desalojadas por alegada violência xenófoba no leste de Joanesburgo, África...

Notícias relacionadas

MPLA nega envolvimento na inviabilização do PRA-JA Servir Angola junto do Tribunal Constitucional

O secretário do Bureau Político do MPLA para os Assuntos Políticos e Eleitorais, Mário Pinto de Andrade, desvalorizou as declarações do coordenador da comissão...

Artistas reclamam que apoio do Governo moçambicano não chega à Zambézia

Artistas na Zambézia reclamam que recursos do projecto "Arte no Quintal”, idealizado pelo Governo para apoiá-los durante a pandemia, não chega à província: "Quando...

Covid-19: Campanha “Luanda Solidária” ajuda professores do ensino privado

Campanha "Luanda Solidária" pretende angariar fundos para ajudar professores do ensino privado que passam dificuldades devido à Covid-19. Mas o Estado angolano não deve...

Violência xenófoba contra moçambicanos faz um morto em Joanesburgo

Um imigrante moçambicano morreu e pelo menos 18 pessoas também de nacionalidade moçambicana ficaram desalojadas por alegada violência xenófoba no leste de Joanesburgo, África...

UNITA sugere eliminação das assimetrias regionais

A UNITA sugeriu, nesta segunda-feira, em Luanda, a eliminação das assimetrias para o desenvolvimento harmonioso e equilibrado das comunidades. Numa declaração alusiva ao aniversário de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.