- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Motores O fim de semana quase perfeito de Lewis Hamilton no descalabro da...

O fim de semana quase perfeito de Lewis Hamilton no descalabro da Ferrari

Corrida sem erros do britânico da Mercedes, que conseguiu no GP Estíria a sua 85.ª vitória na carreira. Há 14 temporadas consecutivas que Hamilton vence pelo menos uma corrida. Bottas (Mercedes) foi 2.º e manteve a liderança do Mundial e Verstappen (Red Bull) 3.º. Os Ferrari engalfinharam-se na 1.ª volta e a corrida acabou ali para a equipa italiana

Foi mais uma daquelas corridas em que a realização quase nem deu tempo de antena a Lewis Hamilton, tal o domínio do britânico em pista. A ação, claro, estava lá mais para trás, enquanto Hamilton geria como queria o GP Estíria, no Red Bull Ring, na Áustria. O seis vezes campeão mundial só não esteve na liderança quando veio às boxes trocar os pneus macios com que iniciou a prova para médios – o colega na Mercedes, Valtteri Bottas esteve então momentaneamente na frente.

O finlandês terminou em segundo, depois de conseguir ultrapassar um Max Verstappen (Red Bull) com pneus mais desgastados a apenas 4 voltas do final. Uma estratégia que funcionou de forma perfeita para Bottas – e para a Mercedes -, que parou mais tarde que Verstappen para trocar de pneus.

Com esta vitória, a 85.ª da carreira, Lewis Hamilton chega a uma, mais uma, impressionante série: há 14 temporadas que o britânico ganha pelo menos uma corrida no Mundial de Fórmula 1.

Num GP menos acidentado que na última semana (menos para a Ferrari, mas já lá vamos), a luta pelos pontos animou as últimas voltas, com Lando Norris (McLaren), depois do 3.º lugar há sete dias, a subir de 8.º para 5.º, aproveitando os problemas do Racing Point de Sérgio Perez (6.º, depois de partir de 17.º) e a luta entre Lance Stroll (Racing Point) e Daniel Ricciardo (Renault).

O fim de semana só não foi perfeito para Lewis Hamilton porque Carlos Sainz (McLaren) montou pneus macios na fase final da corrida, acabando por roubar o ponto extra da volta mais rápida ao britânico – o espanhol terminou em 9.º depois de arrancar de 3.º, muito culpa de uma paragem falhada nas boxes a meio da corrida.

Um dia para esquecer na Ferrari
O tormento da Ferrari neste arranque de temporada continua e desta vez nem sequer se pode culpar a falta de ritmo do SF 1000 face à concorrência. Um incidente logo na 1.ª volta deixou os dois carros italianos fora da corrida. Charles Leclerc, a arrancar de 14.º depois de uma penalização, tentou uma ultrapassagem demasiado otimista logo na curva 3 e embateu no colega Sebastian Vettel, destruindo a traseira do Ferrari do alemão.

A corrida de Vettel terminou logo ali, enquanto Charles Leclerc ainda tentou continuar, mas o seu Ferrari tinha demasiados danos e o monegasco abandonou à 5.ª volta.

Leclerc pediu desde logo desculpas pela manobra que hipotecou desde logo um fim de semana que já não estava a correr bem à Ferrari, depois da pobre qualificação no sábado.

O incidente significa zero pontos para a Ferrari, num Mundial ainda liderado por Valtteri Bottas, com 43 pontos, seguido por Lewis Hamilton, com 37 e Lando Norris, com 26.

O Mundial segue já na próxima semana para o GP Hungria.

- Publicidade -
- Publicidade -

IURD: “Ala brasileira” promove manifestação em Luanda

Mais de 100 obreiros da Igreja Universal do Reino de Deus, afectos à “ala brasileira”, juntaram-se ontem defronte à Catedral do Maculusso, em Luanda,...
- Publicidade -

Prazos de elaboração encurtados: Solicitada entrega dos gestores na preparação do OGE 2021

Orçamento preliminar é um instrumento de base e um documento que os gestores do sistema podem apresentar para um novo ano. A directora nacional do...

Crédito sem muita burocracia: BAI apoia várias empresas com 30 milhões de kwanzas

Os produtos “Crédito Facilidade de Tesouraria” e “Descoberto Bancário”, do Banco Angolano de Investimentos (BAI), estão a apoiar as empresas e cooperativas interessadas com...

INFOSI aposta na inclusão digital

 A massificação e inclusão digital, com a distribuição gratuita do sinal de internet aos cidadãos, por meio do programa Angola Online, é um dos...

Notícias relacionadas

IURD: “Ala brasileira” promove manifestação em Luanda

Mais de 100 obreiros da Igreja Universal do Reino de Deus, afectos à “ala brasileira”, juntaram-se ontem defronte à Catedral do Maculusso, em Luanda,...

Prazos de elaboração encurtados: Solicitada entrega dos gestores na preparação do OGE 2021

Orçamento preliminar é um instrumento de base e um documento que os gestores do sistema podem apresentar para um novo ano. A directora nacional do...

Crédito sem muita burocracia: BAI apoia várias empresas com 30 milhões de kwanzas

Os produtos “Crédito Facilidade de Tesouraria” e “Descoberto Bancário”, do Banco Angolano de Investimentos (BAI), estão a apoiar as empresas e cooperativas interessadas com...

INFOSI aposta na inclusão digital

 A massificação e inclusão digital, com a distribuição gratuita do sinal de internet aos cidadãos, por meio do programa Angola Online, é um dos...

Artistas angolanos precisam de sistema de segurança social, diz associação cultural

Angola necessita de ter um sistema de segurança social para os artistas do país que em fim de carreira estão desamparados e em dificuldades,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.