- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Sumbe: Sobas esclarecidos sobre o plano estratégico de revitalização das comunidades

Sumbe: Sobas esclarecidos sobre o plano estratégico de revitalização das comunidades

“Cidadão esclarecido, sociedade organizada”: foi com base no espírito deste lema que na passada terça-feira, 07, os Sobas e presidentes das comissões de moradores foram informados sobre a delimitação e competências entre cidadãos e autoridades tradicionais da cidade do Sumbe.

José Ricardo | Sumbe

Com a anuência do administrador municipal, o Gabinete Jurídico Intercâmbio e Apoio as Comissões de Moradores, que tem à testa o jurista Adriano Calemba Belino, instou as autoridades tradicionais e presidentes das comissões de moradores dos vários bairros da periferia do Sumbe, para informa-los em como funciona a cedência de declarações de terrenos e outros documentos emitidos pelos munícipes.

De acordo com Adriano Belino, tudo obedece a regras e o exercício das comissões de moradores e das autoridades tradicionais não pode ser feita de forma atabalhoada, ao ponto de criar dificuldades aos órgãos da administração do Estado.

“Temos que cultivar a mentalidade, de que os terrenos são propriedades originárias do Estado e os cidadãos não podem vender aquilo que é do Estado”, disse acrescentado que a outra ‘dor de cabeça’ com a qual as administrações se têm debatido tem a ver com os emolumentos cobrados na cedência de declarações para fins habitacionais e comerciais.

Na sua visão, a atribuição destes documentos tem sido feita de forma arbitrária que, ao invés de facilitar, criam mais dificuldades e empecilho aos utentes.

“É obrigação de todos os cidadãos e sobas conhecerem a Lei n.º 170-20 de 05 de Junho, Lei de revitalização das Comissões de moradores”, apelou, garantindo, que só deste modo, se poderão criar estratégias seguras e articuladas para se acabar com os litígios existentes nas nossas comunidades “principalmente ligados a terra”, concluiu.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.