- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Países Baixos vão abrir ação judicial contra Rússia em relação à queda...

Países Baixos vão abrir ação judicial contra Rússia em relação à queda do MH17

A notícia surge após o Ministério Público holandês concordar em adiar as audiências de Setembro a Outubro deste ano para Fevereiro e Março de 2021 depois de pedido de advogados e representantes das vítimas.

Países Baixos planeiam abrir uma acção judicial contra a Rússia no Tribunal Europeu de Direitos Humanos (ECHR, na sigla em inglês) em relação à queda do voo MH17, segundo o ministro das Relações Exteriores holandês, Stef Blok.

A declaração surgiu no momento em que o tribunal holandês, que organiza as audiências públicas no Complexo Judicial de Schiphol, recusou um pedido da defesa para solicitar à OTAN dados de satélite sobre a queda do avião.
De acordo com os juízes, as informações do Sistema Aéreo de Alerta e Controle (AWACS, na sigla em inglês) “não forneceram à investigação quaisquer dados relevantes”.

Anteriormente, Ucrânia também não conseguiu apresentar dados de radar sobre a queda do avião comercial, afirmando que “o radar não estava operando naquele momento”.
No início de Junho, o procurador holandês Thijs Berger, informou que dados de radar não confirmaram a presença de caça ou míssil no momento da queda do Boeing malaio do voo MH17 dizendo que as informações de radares civis e militares da Ucrânia deram resultados limitados sobre o incidente e que foram também tidos em consideração os dados de radar russos.

O julgamento sobre a queda do voo MH17 da Malaysia Airlines teve início nos Países Baixos em 9 de Março deste ano para tentar esclarecer as causas e encontrar os responsáveis.

Tragédia do voo MH17
O avião que fazia o voo MH17 da Malaysia Airlines, entre Amesterdão e Kuala Lumpur, foi abatido em 17 de Julho de 2014 sobre uma zona do leste da Ucrânia mergulhada em um conflito civil, na sequência do golpe de Estado em Kiev em Fevereiro de 2014.

- Publicidade -
FonteSputnik
- Publicidade -

Fábrica de material explosivo em zona residencial: Moradores do bairro “Pólvora” vivem em perigo de explosão

Encaixado entre os municípios do Cazenga e de Cacuaco, existe um bairro, “Pólvora”, com centenas de casas ao redor de uma fábrica do produto,...
- Publicidade -

Sete agentes da Polícia Nacional assassinados nos últimos seis meses em Luanda

A Polícia Nacional de Angola (PNA) registou, no primeiro semestre do ano em curso, a ocorrência de 26 casos de efectivos da corporação, vítimas...

Homem armado mantém três reféns na França

Um homem armado com uma pistola mantém pelo menos três reféns no interior de um banco no centro da cidade portuária de Le Havre,...

Libaneses protestam contra governo após mega explosão em Beirute

Dezenas de libaneses se reuniram nesta quinta-feira (6) perto da entrada do Parlamento, em Beirute, para protestar contra o governo, dois dias após uma...

Notícias relacionadas

Fábrica de material explosivo em zona residencial: Moradores do bairro “Pólvora” vivem em perigo de explosão

Encaixado entre os municípios do Cazenga e de Cacuaco, existe um bairro, “Pólvora”, com centenas de casas ao redor de uma fábrica do produto,...

Sete agentes da Polícia Nacional assassinados nos últimos seis meses em Luanda

A Polícia Nacional de Angola (PNA) registou, no primeiro semestre do ano em curso, a ocorrência de 26 casos de efectivos da corporação, vítimas...

Homem armado mantém três reféns na França

Um homem armado com uma pistola mantém pelo menos três reféns no interior de um banco no centro da cidade portuária de Le Havre,...

Libaneses protestam contra governo após mega explosão em Beirute

Dezenas de libaneses se reuniram nesta quinta-feira (6) perto da entrada do Parlamento, em Beirute, para protestar contra o governo, dois dias após uma...

Covid-19: Angola bate novo recorde de casos diários com 88 infecções e Benguela entra para a lista de províncias afectadas pela pandemia

Angola bateu hoje o recorde de casos ao somar mais 88 resultados positivos de covid-19, aumentando para 1.483 o número de infecções pelo novo...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.