- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Última Hora: Presidente do Brasil Bolsonaro testa positivo para o Covid-19

Última Hora: Presidente do Brasil Bolsonaro testa positivo para o Covid-19

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, diz ter testado positivo para o COVID-19 depois de meses minimizando a gravidade do vírus.

Bolsonaro confirmou os resultados dos testes enquanto usava uma máscara e falava com repórteres na capital Brasília.

Estou bem, normal. Até quero dar uma volta por aqui, mas não posso devido a recomendações médicas ”, disse Bolsonaro.

Jair Bolsonaro costuma aparecer em público para cumprimentar os partidários e se misturar com a multidão, às vezes sem máscara. Ele disse que sua história como atleta o protegeria do vírus e que seria apenas uma “pequena gripe” se ele fosse contraí-lo.

Cidades e estados no mês passado começaram a suspender as restrições impostas para controlar a propagação do vírus, já que suas curvas estatísticas de mortes começaram a diminuir junto com a taxa de ocupação de suas unidades de terapia intensiva. O Brasil, o sexto país mais populoso do mundo, com mais de 210 milhões de habitantes, é um dos pontos quentes globais da pandemia.

Na segunda-feira, Bolsonaro disse aos apoiadores em Brasília que ele foi submetido a um raio-X dos pulmões que mostrava que estavam limpos e que ele seria testado para o COVID-19 . Na terça-feira, ele disse à CNN Brasil que sua febre havia diminuído.

No fim de semana, o líder brasileiro comemorou o Dia da Independência dos EUA com o embaixador do país no Brasil, depois compartilhou fotos nas mídias sociais mostrando-o com o braço em volta do embaixador, ao lado de vários ministros e assessores. Nenhum usava máscaras, apesar de estar em locais próximos.

A Embaixada dos EUA disse no Twitter na segunda-feira que o embaixador Todd Chapman não está mostrando nenhum sintoma de COVID-19, mas seria testado.

Bolsonaro fez testes negativos três vezes em março, depois de se encontrar com o presidente dos EUA, Donald Trump, na Flórida. Mais tarde, vários membros de sua delegação nos EUA foram infectados pelo vírus.

Até agora, mais de 65.000 brasileiros morreram de COVID-19 e mais de 1.500.000 foram infectados. Ambos os números são os segundos totais mais altos do mundo e são considerados subconjuntos da falta de testes generalizados.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.