- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política CASA-CE CASA-CE ganha 70 mil novos militantes

CASA-CE ganha 70 mil novos militantes

Antigo secretário Provincial Executivo da CASA-CE em Luanda, António Francisco Hebo, anunciou sábado o seu regresso a CASA-CE depois de uma tentativa falhada de criar o seu partido político. Com ele, entram para a coligação liderada pelo almirante André Gaspar Mendes de Carvalho ‘Miau’ 70 novos militantes em todo país vindos do seu projecto político denominado ‘Pomba Branca’ para fazer da uma oposição mais forte face os próximos desafios.

Em conferência de imprensa realizada a propósito, António Hebo revelou que mais de 70 mil membros do partido Pomba Branca, rejeitado pelo Tribunal Constitucional, ingressaram de forma voluntária à CASA-CE com o objectivo de alcançarem a injustiça social para os angolanos.

“Estamos prontos para defender os indefesos, denunciar as injustiças, para a promoção da paz e da justiça social”, explicou.

Depois de vários encontros com a direcção da CASA-CE, o político referiu que a Coligação é a única formação política que aceitou os passivos e activos dos ideais do seu projecto político, tendo na ocasião reconhecido que, a CASA-CE está forte, organizada e unida na diversidade.

“Viemos agregar mais valor intelecto, político e de massas para fortificar as suas raízes profundas, no sentido de se justificar um proverbio africano que dizia “Quem sacode o tronco de uma árvore, sacode-se a si mesmo”. Todos juntos faremos da CASA-CE uma árvore segura para quem tentar abana-la abanar-se-á a si mesmo”, disse o político.

O reintegrado alega estar pronto a ajudar CASA-CE a ser uma força política de vanguarda eleitoral rumo as grandes vitórias.

Entretanto, o vice-presidente da CASA-CE, Manuel Fernandes, frisou que a CASA-CE é uma força política que não veio apenas para animar o debate político em Angola, “somos uma força política com valores reais de uma verdadeira alternância. Sendo assim, impõe-se a necessidade de mobilizar cada dia e cada momento vontades a aderirem a nossa causa”, contou.

Na ocasião, deu as boas vindas a Francisco Hebo e aos novos militantes que integraram a CASA-CE sublinhando que a coligação recebe-os de braços abertos.

“Estamos completamente dispostos para engajar-vos nas diversas estruturas da nossa organização para juntos enfrentarmos esse grande desafio de luta por uma Angola nova, digna e que corresponda com os anseios dos seus filhos”, concluiu.

- Publicidade -
- Publicidade -

FACTUALIDADES: A semana em revista

Foi a enterrar no passado dia 30 de Julho, uma das figuras emblemáticas da política angolana. O general Kundi Paihama foi ao longo da...
- Publicidade -

MPLA nega envolvimento na inviabilização do PRA-JA Servir Angola junto do Tribunal Constitucional

O secretário do Bureau Político do MPLA para os Assuntos Políticos e Eleitorais, Mário Pinto de Andrade, desvalorizou as declarações do coordenador da comissão...

Artistas reclamam que apoio do Governo moçambicano não chega à Zambézia

Artistas na Zambézia reclamam que recursos do projecto "Arte no Quintal”, idealizado pelo Governo para apoiá-los durante a pandemia, não chega à província: "Quando...

Covid-19: Campanha “Luanda Solidária” ajuda professores do ensino privado

Campanha "Luanda Solidária" pretende angariar fundos para ajudar professores do ensino privado que passam dificuldades devido à Covid-19. Mas o Estado angolano não deve...

Notícias relacionadas

FACTUALIDADES: A semana em revista

Foi a enterrar no passado dia 30 de Julho, uma das figuras emblemáticas da política angolana. O general Kundi Paihama foi ao longo da...

MPLA nega envolvimento na inviabilização do PRA-JA Servir Angola junto do Tribunal Constitucional

O secretário do Bureau Político do MPLA para os Assuntos Políticos e Eleitorais, Mário Pinto de Andrade, desvalorizou as declarações do coordenador da comissão...

Artistas reclamam que apoio do Governo moçambicano não chega à Zambézia

Artistas na Zambézia reclamam que recursos do projecto "Arte no Quintal”, idealizado pelo Governo para apoiá-los durante a pandemia, não chega à província: "Quando...

Covid-19: Campanha “Luanda Solidária” ajuda professores do ensino privado

Campanha "Luanda Solidária" pretende angariar fundos para ajudar professores do ensino privado que passam dificuldades devido à Covid-19. Mas o Estado angolano não deve...

Violência xenófoba contra moçambicanos faz um morto em Joanesburgo

Um imigrante moçambicano morreu e pelo menos 18 pessoas também de nacionalidade moçambicana ficaram desalojadas por alegada violência xenófoba no leste de Joanesburgo, África...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.