- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Guerrilheiros da autoproclamada Junta Militar da Renamo juntam-se ao processo de reintegração

Guerrilheiros da autoproclamada Junta Militar da Renamo juntam-se ao processo de reintegração

Onze guerrilheiros da Renamo integrantes do grupo de dissidentes da autoproclamada Junta Militar decidiram entregar as armas no processo de desmilitarização, nesta quinta-feira, 2 de Julho, em Muxúnguè, na província de Sofala, centro de Moçambique.

A informação foi dada pelo secretário-geral da Renamo, André Magibire, que presenciou o reinicio do processo.

Os 11 fazem parte dos 251 ex-guerrilheiros, das bases da Renamo localizadas a sul de Sofala, incluídos na segunda fase do processo de Desarmamento, Desmilitarização e Reintegração (DDR).

“Voltaram para se integrar no processo de DDR, e temos estado a receber mais noutras unidades” disse Magibire, considerando o recuo dos ex-guerrilheiros “um bom sinal”, para a reconciliação do país.

Os jornalistas não puderam verificar de forma independente esta deserção, ao não ser permitido o contacto com parte dos ex-guerrilheiros presentes no processo. Igualmente, não há informação sobre o número de integrantes da Junta Militar liderada por Mariano Nhongo.

Mariano Nhongo ainda nao comentou

“Sensibilizamos a eles para que voltem, e estão a aderir, e mostram-se arrependidos” disse André Magibire, que calcula novas deserções no grupo do antigo estratega do falecido líder da Renamo Afonso Dhlakama.

Magibire disse que a Renamo não teve nenhum contacto com Mariano Nhongo, mas manifestou abertura para o dialogo.

Mariano Nhongo ainda não se pronunciou sobre esta deserção.

Na acção iniciada nesta semana, além da reintegração de 251 ex-guerrilheiros, está previsto o encerramento da base de Mangomonhe, no distrito de Chibabava, sul de Sofala.

No total 5.221 guerrilheiros serão abrangidos pelo DDR.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -

Fábrica de material explosivo em zona residencial: Moradores do bairro “Pólvora” vivem em perigo de explosão

Encaixado entre os municípios do Cazenga e de Cacuaco, existe um bairro, “Pólvora”, com centenas de casas ao redor de uma fábrica do produto,...
- Publicidade -

Sete agentes da Polícia Nacional assassinados nos últimos seis meses em Luanda

A Polícia Nacional de Angola (PNA) registou, no primeiro semestre do ano em curso, a ocorrência de 26 casos de efectivos da corporação, vítimas...

Homem armado mantém três reféns na França

Um homem armado com uma pistola mantém pelo menos três reféns no interior de um banco no centro da cidade portuária de Le Havre,...

Libaneses protestam contra governo após mega explosão em Beirute

Dezenas de libaneses se reuniram nesta quinta-feira (6) perto da entrada do Parlamento, em Beirute, para protestar contra o governo, dois dias após uma...

Notícias relacionadas

Fábrica de material explosivo em zona residencial: Moradores do bairro “Pólvora” vivem em perigo de explosão

Encaixado entre os municípios do Cazenga e de Cacuaco, existe um bairro, “Pólvora”, com centenas de casas ao redor de uma fábrica do produto,...

Sete agentes da Polícia Nacional assassinados nos últimos seis meses em Luanda

A Polícia Nacional de Angola (PNA) registou, no primeiro semestre do ano em curso, a ocorrência de 26 casos de efectivos da corporação, vítimas...

Homem armado mantém três reféns na França

Um homem armado com uma pistola mantém pelo menos três reféns no interior de um banco no centro da cidade portuária de Le Havre,...

Libaneses protestam contra governo após mega explosão em Beirute

Dezenas de libaneses se reuniram nesta quinta-feira (6) perto da entrada do Parlamento, em Beirute, para protestar contra o governo, dois dias após uma...

Covid-19: Angola bate novo recorde de casos diários com 88 infecções e Benguela entra para a lista de províncias afectadas pela pandemia

Angola bateu hoje o recorde de casos ao somar mais 88 resultados positivos de covid-19, aumentando para 1.483 o número de infecções pelo novo...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.