- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Russos votam "eternização" de Putin no Kremlin

Russos votam “eternização” de Putin no Kremlin

“Escolham a vossa revisão constitucional”, está escrito neste stand. Os voluntários distribuem autocolantes coloridos para crianças e folhetos para adultos. Explicam quais as revisões propostas e onde votar. Trabalham em diferentes cidades da Rússia até ao final da votação de seis dias, esta quarta-feira.

“Convidamos as pessoas a familiarizar-se com todas as emendas que serão adoptadas com este pacote, diz uma voluntária. A geração mais velha é a que mais se interessa. Quando lhes dizemos que haverá uma indexação anual das pensões, que estará consagrada na Constituição, dizem que é uma boa ideia.

Irina e Yulia, professores na cidade de Balachiha, votam a favor da revisão constitucional que permite que Vladimir Putin seja reeleito em 2024.

A favor e contra
Diz Irina: “Este não é o primeiro ano em que estamos com Putin. Estamos satisfeitos com as posições e as acções dele, por isso vamos apoiá-lo”. Yuila relembra que durante o confinamento, uma altura muito difícil, as famílias com crianças receberam apoio financeiro”

Já Evgueni, um pensionista da mesma cidade diz que a votação é uma piada e pensa que Putin tem de sair. Diz: “O poder tem de mudar. Putin está no poder há 20 anos e nada foi feito”.

“O presidente não é um czar” é um dos lemas da campanha do “NÃO”. Os líderes chamam a esta votação um golpe constitucional para deixar Vladimir Putin ficar no Kremlin.

Diz Yulia Galamina, uma das figuras desta campanha: “Putin puxa as alavancas do governo para ele próprio, cria uma autocracia clássica, uma ditadura clássica”.

Andrey Kolesnikov, do Carnegie Moscow Center, pensa que esta votação é organizada para provar que a maioria continua a apoiar Vladilmir Putin, embora as suas taxas de aprovação tenham diminuído recentemente. Mas esta não é a única razão.

Explica: “Esta revisão, que podemos relacionar com a religião, com a história russa milenar, com o povo russo como nação formadora de Estado, é algo de pessoal para Putin. É muito importante para o círculo interno, porque são emendas fixam o quadro ideológico do putinismo”.

Uma das emendas à votação garante a integridade territorial da Rússia. No panfleto de apoio a ela, podemos ver uma imagem da Crimeia, que se tornou um dos símbolos da política de Vladimir Putin na Rússia. O Kremlin espera uma grande participação e um grande apoio.

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes: a activista com alma de ONG que não quer ser politicamente correcta

Bastaram duas perguntas para assumir que não trabalha para agradar a todos, mas sim para desagradar a muita gente. Diz que as conquistas lhe...
- Publicidade -

David Quammen: “Vêm aí outras pandemias e esta não se vai embora nunca mais”

Já andou à procura de galinhas com influenza, de morcegos com SARS, e do ébola. Foi perseguido por elefantes, dormiu ao relento e entrevistou...

Juan Carlos, rei emérito de Espanha, tem garagem com carros de sonho

Tal como o seu avô, Alfonso XIII, o monarca é um apaixonado por automóveis e por velocidade desde tenra idade. Vivem-se tempos muito turbulentos na...

TAAG repatria 800 angolanos de Portugal

 Pelo menos 800 angolanos retidos em Portugal desde Março, de um total de dois mil e cem (2.100) que manifestaram interesse em regressar a...

Notícias relacionadas

Ana Gomes: a activista com alma de ONG que não quer ser politicamente correcta

Bastaram duas perguntas para assumir que não trabalha para agradar a todos, mas sim para desagradar a muita gente. Diz que as conquistas lhe...

David Quammen: “Vêm aí outras pandemias e esta não se vai embora nunca mais”

Já andou à procura de galinhas com influenza, de morcegos com SARS, e do ébola. Foi perseguido por elefantes, dormiu ao relento e entrevistou...

Juan Carlos, rei emérito de Espanha, tem garagem com carros de sonho

Tal como o seu avô, Alfonso XIII, o monarca é um apaixonado por automóveis e por velocidade desde tenra idade. Vivem-se tempos muito turbulentos na...

TAAG repatria 800 angolanos de Portugal

 Pelo menos 800 angolanos retidos em Portugal desde Março, de um total de dois mil e cem (2.100) que manifestaram interesse em regressar a...

Universidade Independente de Angola à venda depois de dispensa de trabalhadores

Proprietário da instituição, António Burity da Silva, afirmou no entanto que não se trata de uma falência. A Universidade Independente de Angola (UNIA) está à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.