- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Governo proíbe por mais 15 dias entrada de estrangeiros no Brasil

Governo proíbe por mais 15 dias entrada de estrangeiros no Brasil

O governo federal prorrogou por mais 15 dias a proibição de entrada de estrangeiros no Brasil em função da pandemia do novo coronavírus. Medida tinha sido adotada em março.

A decisão, publicada em edição extra do Diário Oficial, segue recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e vale para o ingresso por rodovias, via aérea e transporte aquaviário. O transporte de cargas segue permitido.

A portaria foi assinada pelos ministros da Casa Civil, Walter Braga Netto, da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, e da Saúde, Eduardo Pazuello.

A restrição não se aplica a imigrantes com residência definitiva em território brasileiro, profissionais estrangeiros em missão a serviço de organismo internacional, funcionários estrangeiros acreditados junto ao governo brasileiro, cônjuge, companheiro, filho, pai ou curador de brasileiro e estrangeiro cujo ingresso seja autorizado especificamente pelo governo brasileiro em vista do interesse público ou por questões humanitárias.

Portaria venceria nesta segunda-feira (22)
O decreto anterior venceria na segunda-feira (22). Essa é a segunda vez que o governo prorroga a portaria.

Segundo o texto, o estrangeiro que descumprir a ordem poderá ser responsabilizado de forma civil, administrativa e penal; repatriado ou deportado imediatamente; ou inabilitado a pedir refúgio.

Vários países do mundo adotaram medidas semelhantes para conter a disseminação do vírus. Os Estados Unidos, por exemplo, proibiram a entrada no país de pessoas que tenham passado no Brasil nos últimos 14 dias antes de ingressar em território norte-americano.

Nações da Europa também fecharam suas fronteiras devido à pandemia, mas pouco a pouco começam a reabri-las. Ainda não houve definição se a entrada de pessoas procedentes do Brasil será permitida.

- Publicidade -
FonteSputnik
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.