- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Futebol Futebol sénior fica dois anos em "off" no ASA

Futebol sénior fica dois anos em “off” no ASA

O futebol formação será uma das apostas da nova direcção do Atlético Sport Aviação (ASA) eleita sábado, em Luanda, como suporte do escalão sénior, que ficará ausente das competições durante dois anos.

Envolto em problemas financeiros, o clube pretende formar jovens atletas e voltar à alta competição ao menos dois anos depois, com objectivo de resgatar a mística de outros tempos, quando conquistou o nacional da I – Divisão em três ocasiões.

Eleita com 30 votos a favor e um em branco para o quadriénio 2020/24, o elenco, liderado por José Luís Prata, aposta para já em garantir autonomia financeira, na construção e reabilitação das infraestruturas, além da formação.

Do ponto de vista administrativo e financeiro o desafio será solucionar as dívidas com jogadores, treinadores, funcionários e fornecedores com ajuda de um possível acordo com os patrocinadores.

Por via de uma lista de consenso, José Luís Prata, proposto pelo Conselho de Administração da Transportadora Aérea Nacional, substitui no cargo Adriano Domingos.

A mesa da Assembleia-geral dos aviadores é liderada por Rui Carreira, Luís de Almeida (vice-presidente), José Filho (secretário). Glória Garcia e Domingos Bento (vogais).

Além de José Luís Prata, integram a direcção cinco vice-presidentes: Laurentino Martins, Manuela de Oliveira, Omar de Matos, Catarina Vieira e José Morais.

Vogais de direcção: Valente Silva, António Maciel, Carlos Rosa, Jacinto Olím “Jabila”, Eurico Xavier, José Miguel, Clarimundo Fernandes, Ventura Júnior, Domingos Ferraz, João Silva e João Monteiro.

Conselho Fiscal: Fernando Cruz, Aida Baião e Domingos Cangueta, estes dois últimos como suplentes.

Fundado a 1 de Abril de 1953, o ASA movimenta o futebol, basquetebol, andebol e xadrez.

Com o desporto-rei, a formação do Aeroporto conquistou três títulos do Girabola em 2002, 2003 e 2004, sob batuta técnica do português Bernardino Pedroto.

Despromovido do Girabola2018/2019, o Conselho de Disciplina da Federação Angolana de Futebol anulou a participação do ASA no Campeonato Nacional da segunda divisão por irregularidade de inscrição.

Na altura, uma nota do órgão reitor informava que a colectividade havia sido vetada de efectuar novos contratos na época 2019/20 até à liquidação de dívidas com ex-atletas, não tendo respeitado a directiva, foi retirada da prova qualificativa à primeira divisão.

- Publicidade -
- Publicidade -

Níger: Rapto de um cidadão norte-americano em zona de frequentes ataques do Boko Haram

Na madrugada desta terça-feira, 27 de outubro, foi raptado um cidadão norte-americano em Massalata, no sul do Níger, a cerca de 400 kms a...
- Publicidade -

Guiné-Bissau: “Young Nuno” quer resgatar com murais memórias dos combatentes da liberdade

O artista plástico guineense Nuno Ala Tambá, de 29 anos de idade, cujo nome artístico é "Young Nuno", lidera um grupo de jovens, que...

Angola e Portugal eliminam dupla tributação

A convenção entre Angola e Portugal, que elimina a dupla tributação em matéria de impostos sobre o rendimento e previne a fraude e a...

Um remédio chamado 5G

O estado do sistema de saúde angolano é crítico e precisa de um tratamento de choque. Mais médicos, mais hospitais, mais políticas públicas. E...

Notícias relacionadas

Níger: Rapto de um cidadão norte-americano em zona de frequentes ataques do Boko Haram

Na madrugada desta terça-feira, 27 de outubro, foi raptado um cidadão norte-americano em Massalata, no sul do Níger, a cerca de 400 kms a...

Guiné-Bissau: “Young Nuno” quer resgatar com murais memórias dos combatentes da liberdade

O artista plástico guineense Nuno Ala Tambá, de 29 anos de idade, cujo nome artístico é "Young Nuno", lidera um grupo de jovens, que...

Angola e Portugal eliminam dupla tributação

A convenção entre Angola e Portugal, que elimina a dupla tributação em matéria de impostos sobre o rendimento e previne a fraude e a...

Um remédio chamado 5G

O estado do sistema de saúde angolano é crítico e precisa de um tratamento de choque. Mais médicos, mais hospitais, mais políticas públicas. E...

Covid-19: Angola com 263 novas infecções e 22 recuperados

O país registou, nas últimas 24 horas, mais 263 novas infecções, duas mortes e 22 pacientes recuperados. Segundo o secretário de Estado para a Saúde...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.