- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo América do Sul Guayaquil, foco da pandemia no Equador, retoma voos domésticos

Guayaquil, foco da pandemia no Equador, retoma voos domésticos

Os voos domésticos para Guayaquil, epicentro da pandemia no Equador, e Cuenca foram retomados nesta segunda-feira (15) após três meses de suspensão das actividades, informou o Ministério dos Transportes e Obras Públicas.

“As duas cidades abriram seus aeroportos com voos saindo e chegando em Quito, durante o dia”, informou o ministério em comunicado.

Ambos os aeroportos retomaram as operações de voos domésticos duas semanas após o terminal aéreo da capital equatoriana, que retomou suas actividades desde 1º de Junho com um voo com destino à Loja (sul e fronteira com o Peru).

Segundo o ministério, nesta segunda 385 passageiros voaram na rota Quito-Guayaquil-Quito, enquanto 197 viajaram da andina Cuenca para a capital.

Por causa da COVID-19, em Março o governo ordenou um estado de emergência, que durou até meados de Junho.

Também ordenou o fechamento de fronteiras, a suspensão de todos os voos (com excepção de humanitários e de carga), trabalho e aulas presenciais e impôs um toque de recolher para incentivar o confinamento, tudo com o objectivo de impedir a propagação do vírus.

O Equador, com 17,5 milhões de habitantes, até o momento 47.322 casos, além de 3.929 mortes.

Guayaquil se tornou o foco da pandemia no país e sofreu o colapso dos sistemas de saúde e funerários em Abril. As autoridades dessa cidade suspenderam os voos domésticos para impedir a entrada de pessoas infectadas.

- Publicidade -
- Publicidade -

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

MINSA teme colapso do sistema de Saúde

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, considerou sábado, em Luanda, que o aumento de infecções por Covid-19 no país pode...

Angola anuncia mais 247 casos e teme “colapso” do sistema de saúde

A ministra angolana da Saúde, Sílvia Lutucuta, anunciou hoje mais 247 casos de covid-19 no país, alertando para o aumento exponencial dos últimos 15...

Angola no “limiar do estado de emergência”, avisa ministro Adão de Almeida

O ministro de Estado e chefe da Casa Civil do Presidente da República de Angola avisou que o país está "no limiar do estado...

Notícias relacionadas

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...

MINSA teme colapso do sistema de Saúde

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, considerou sábado, em Luanda, que o aumento de infecções por Covid-19 no país pode...

Angola anuncia mais 247 casos e teme “colapso” do sistema de saúde

A ministra angolana da Saúde, Sílvia Lutucuta, anunciou hoje mais 247 casos de covid-19 no país, alertando para o aumento exponencial dos últimos 15...

Angola no “limiar do estado de emergência”, avisa ministro Adão de Almeida

O ministro de Estado e chefe da Casa Civil do Presidente da República de Angola avisou que o país está "no limiar do estado...

Confrontos em Nápoles contra novo confinamento

Pela primeira vez desde o início da pandemia em Itália há oito meses, centenas de pessoas saíram à rua contra a perspectiva de medidas...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.