- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Governadores recomendam adiamento do reinício das aulas

Governadores recomendam adiamento do reinício das aulas

Governadores das 18 províncias do país consideram que não estão criadas as condições para o reinício das aulas do ensino primário e primeiro ciclo, em 27 de Julho, tendo por isso recomendado o adiamento.

Esta posição foi manifestada ontem durante uma vídeo-conferência, presidida pela ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira.

A actividade lectiva foi suspensa em finais de Março, devido à ameaça de proliferação da Covid-19.

Carolina Cerqueira disse, ontem, que o reinício do ano lectivo constitui uma “preocupação muito grande”, sobretudo no primeiro ciclo devido aos problemas relacionados com biossegurança, distanciamento entre as crianças e a necessidade da consciencialização das mesmas sobre o risco de terem um convívio.

Estes factores, segundo a ministra de Estado, ” recomendam um adiamento no reinício das actividades escolares”.Carolina Cerqueira apontou problemas como a falta de água, infra-estruturas deficientes, falta de pessoal para cuidar das crianças dentro do recinto escolar. Sublinhou que em Luanda, devido à complexidade territorial e o grande número de alunos e escolas, é necessário a criação de condições para que haja higienização e protecção das crianças.

Carolina Cerqueira afirmou que vai ser feito um trabalho de auscultação, entre o Ministério da Educação e da Saúde, para uma melhor concertação da forma de implementação das medidas de segurança e protecção das crianças nas escolas. Neste particular, ressaltou o facto de muitas províncias estarem a entabular diálogos de concertação e auscultação com a sociedade civil, igrejas e outros parceiros sociais para um trabalho de consciencialização e protecção da Covid-19.

A ministra de Estado disse que, em relação às províncias fronteiriças, sobretudo com a RDC, existe preocupação com a mobilidade de pessoas e bens, pelo facto daquele país vizinho ter terminado já as medidas de quarentena e cerca sanitária. Enalteceu o trabalho das forças de defesa e segurança que têm estado vigilantes e actuantes na manutenção da estabilidade territorial e garantir o funcionamento das instituições.

A ministra garantiu que apesar dos problemas apresentados, não haverá uma anulação do ano lectivo. Estiveram também no encontro, além da ministra e governadores, o secretário de Estado da Comunicação Social, Nuno Carnaval, e a ministra da Educação Luísa Grilo.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -

UNITA defende conclusão do pacote legislativo autárquico

A Comissão Política da UNITA defendeu a conclusão da aprovação do Pacote Legislativo Autárquico até ao final do corrente ano, no quadro da preparação...
- Publicidade -

Covid-19 faz 124ª morte em Moçambique

A pandemia da COVID-19 voltou a fazer uma vítima mortal na cidade de Maputo. Trata-se de um moçambicano de 40 anos de idade, que...

Covid-19 em Portugal: Mais 74 mortes e 4044 infectados

O número de infectados ultrapassou os 58,6 milhões em todo o mundo. Já morreram 1,38 milhões de pessoas com covid-19 e 37,4 milhões recuperaram...

Países africanos preparam regresso aos mercados em 2021

Analistas antecipam que países da África subsaariana voltem a emitir dívida a partir de 2021, depois de saída dos mercados financeiros motivada pela pandemia...

Notícias relacionadas

UNITA defende conclusão do pacote legislativo autárquico

A Comissão Política da UNITA defendeu a conclusão da aprovação do Pacote Legislativo Autárquico até ao final do corrente ano, no quadro da preparação...

Covid-19 faz 124ª morte em Moçambique

A pandemia da COVID-19 voltou a fazer uma vítima mortal na cidade de Maputo. Trata-se de um moçambicano de 40 anos de idade, que...

Covid-19 em Portugal: Mais 74 mortes e 4044 infectados

O número de infectados ultrapassou os 58,6 milhões em todo o mundo. Já morreram 1,38 milhões de pessoas com covid-19 e 37,4 milhões recuperaram...

Países africanos preparam regresso aos mercados em 2021

Analistas antecipam que países da África subsaariana voltem a emitir dívida a partir de 2021, depois de saída dos mercados financeiros motivada pela pandemia...

Em tempos de pandemia, projecto em Angola facilita contacto de reclusos com famílias

Em Angola, projecto "parlatório virtual" prevê criação de salas de vídeo para ajudar reclusos no contato com seus familiares. É uma iniciativa do centro...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.