- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política Portugal reafirma apoio às reformas em Angola

Portugal reafirma apoio às reformas em Angola

Portugal pretende continuar a contribuir para o desenvolvimento sustentável de Angola, apoiando as reformas em curso, tendo em vista a diversificação económica, fortalecimento do sector financeiro, a estabilização cambial e o reajustamento macroeconómico, garantiu o embaixador de Portugal em Angola, Pedro Pessoa e Costa.

Em declarações ao Jornal de Angola, ao avaliar as relações comerciais entre Portugal e Angola, Pedro Pessoa e Costa considerou as empresas portuguesas como parceiros ideais na promoção e aumento da marca “Made in Angola”, contribuindo no aumento sustentável das exportações angolanas, em linha com o potencial produtivo do país.

No plano comercial, acrescentou, nota-se que o relacionamento bilateral continua a ser muito profícuo para ambos, apesar das dificuldades conjunturais, caminhando-se no sentido de um maior equilíbrio entre Portugal e Angola, em matéria de trocas comerciais.

“Vamos continuar disponíveis em investir mais na capacidade produtiva de Angola, por termos um passado e língua comuns, uma interligação económica forte e ampla rede de laços afectivos de amizade entre os dois povos”, garantiu o representante de Portugal, acreditado no princípio deste mês. Segundo o diplomata, desde a sua chegada a Luanda, rapidamente simpatizou com o projecto “Made in Angola”, nas suas várias vertentes, sobretudo, do que se actua e produz.

Ainda sobre o mundo empresarial, Pedro Pessoa e Costa destacou a resposta solidária de muitos empresários e empresas portuguesas presentes no mercado nacional, numa altura de pandemia, sinal da amizade e parceria que se tem reforçado com a sociedade angolana.

“Nestes tempos difíceis de pandemia, a nível bilateral ou multilateral, como sucede no âmbito da União Europeia, reiteramos a importância de apoio multidimensional ao continente africano nos esforços de luta contra a pandemia, com destaque aos países africanos de Língua Portuguesa” sublinhou.

- Publicidade -
- Publicidade -

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar...
- Publicidade -

Pressão sobre o kwanza abranda no próximo ano

Analistas da Fitch Solutions prevêem ligeira recuperação na produção interna do petróleo e taxam a média da inflação nos 21,9 por cento até ao...

Obras da transformadora de café podem ser concluídas em 2021

A província do Uíge poderá ter, até Maio de 2021, uma nova fábrica de transformação de café, com capacidade para movimentar 700 toneladas por...

Angolanos recorrem ao método “Fazer Sócia” para sobreviverem

Para poderem comprar alimentos cada vez mais caros famílias e indivíduos angolanos têm que “fazer sócia”, um acto que consiste na junção de valores...

Notícias relacionadas

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar...

Pressão sobre o kwanza abranda no próximo ano

Analistas da Fitch Solutions prevêem ligeira recuperação na produção interna do petróleo e taxam a média da inflação nos 21,9 por cento até ao...

Obras da transformadora de café podem ser concluídas em 2021

A província do Uíge poderá ter, até Maio de 2021, uma nova fábrica de transformação de café, com capacidade para movimentar 700 toneladas por...

Angolanos recorrem ao método “Fazer Sócia” para sobreviverem

Para poderem comprar alimentos cada vez mais caros famílias e indivíduos angolanos têm que “fazer sócia”, um acto que consiste na junção de valores...

Guiné-Bissau regista 14 novos casos para total de 2.403

A Guiné-Bissau registou na última semana 14 novos casos positivos para o novo coronavírus, num total de 2.403 infectados, e manteve o número de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.