Radio Calema
InicioPolíticaCASA-CECASA-CE nega suspensão de secretário provincial

CASA-CE nega suspensão de secretário provincial

A CASA-CE negou, ontem, a suspensão do secretário provincial do Cuanza-Norte, contrariando o comunicado a que o Jornal de Angola teve acesso, dando conta que Adão dos Santos João foi suspenso das suas funções por alegada conduta indecorosa, má gestão de fundos e atropelo do estatuto da organização.

Em declarações ao Jornal de Angola, o vice-presidente da CASA-CE, Manuel Fernandes, considerou “ilegal” o comunicado que veicula a notícia da suspensão do secretário provincial da organização no Cuanza-Norte, salientando que a única entidade que tem competências para o fazer é o presidente, depois de ouvidos os membros dos partidos coligados.

O também coordenador para os Assuntos Políticos da CASA-CE garantiu, contudo, que até prova em contrário, Adão dos Santos João continuará em funções.

O comunicado a que o Jornal de Angola teve acesso revela que enquanto durar a suspensão de Adão dos Santos João dirige os destinos da CASA-CE na região uma comissão de gestão encabeçada por Ambrósio António João e integra outros dois militantes.

Instado sobre a sua suspensão, Adão dos Santos João disse haver má interpretação sobre os gastos de dinheiro, bem como tentativa de travar o combate contra a dupla filiação exercida por certos membros.

“Ainda continuo a exercer o cargo de secretário provincial da CASA-CE. Não recebi nenhum comunicado de suspensão do presidente do partido e garanto que tenho provas suficientes para contrapor tais acusações”, disse o político.

A CASA-CE é a terceira força política do país. Nas últimas eleições elegeu 16 deputados à Assembleia Nacional, apesar de a bancada parlamentar estar hoje divida, devido ao afastamento do fundador da coligação, Abel Chivukuvuku, da liderança.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.