Radio Calema
InicioMundo LusófonoMoçambiqueÉ perturbador o silêncio das autoridades em relação ao 52 jovens mortos...

É perturbador o silêncio das autoridades em relação ao 52 jovens mortos por insurgentes em Xitaxi, diz o CDD

O Centro para a Democracia e Desenvolvimento (CDD) exige a apresentação pelas autoridades de Maputo do relatório sobre a morte de 52 jovens na aldeia de Xitaxi, Muidumbe, em Cabo Delgado, em Abril deste ano.

Na altura, as autoridades de defesa nacional disseram que os jovens foram mortos pelo grupo de insurgentes alegadamente por terem recusado integrar as suas fileiras.

Mas a promessa de um detalhado relatório sobre as circunstâncias da morte dos jovens agora informalmente designados “mártires de Xitaxi” não é materializada. Passam dois meses.

“Esse atraso sugere que o Governo não está a levar a sério o sangue derramado destes jovens”, diz à VOA o investigador e director do CDD, Adriano Nuvunga.

Nuvunga afirma que o CDD entende “que tendo o governo falhado na protecção de civis, incluindo estes jovens, deveria ter encetado esforço para mostrar à sociedade que valoriza as vidas humanas”.

Ele recorda que as autoridades fizeram menção ao assassinato dos 52 jovens após pressão da sociedade civil.

FonteVoA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.