Radio Calema
InicioDesportoFutebolOficial: Ligue 1 não vai ser retomada, mas descidas são canceladas

Oficial: Ligue 1 não vai ser retomada, mas descidas são canceladas

O Conselho de Estado de França, a mais alta instância administrativa do país, validou esta terça-feira o fim da liga francesa de futebol, que tinha sido dada por terminada no final de Abril por causa do novo coronavírus, assim como a actual classificação, mas cancelou as decidas dos clubes que se encontravam em lugar de despromoção.

Depois de audiência sumária com Lyon, Amiens e Toulouse, que apresentaram um recurso contra a paralisação dos campeonatos, e com a federação e Liga francesa, responsáveis pelo fim da prova, o organismo decidiu não dar provimento às alegações apresentadas pelo presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, mas anulou as descidas de Amiens e Toulouse.

O líder do Lyon tinha pedido que a Ligue 1 fosse terminada com o recurso a um play-off e não por decisão administrativa, como a Liga francesa decidiu anteriormente. A proposta foi recusada, o que deixou o clube onde alinha o português Anthony Lopes fora das competições europeias pela primeira vez desde 1997. A última hipótese do emblema gaulês entrar nas provas europeias é vencer a final da Taça da Liga contra o PSG, marcada para 25 de Julho.

Em comunicado, o juiz em julgamento sumário considerou que “o conselho de administração da Liga não podia ter base legal, para decidir descer os dois últimos da classificação da Ligue 1, pelo facto de que a convenção actual com a Federação Francesa de Futebol (FFF) prevê um limite de vinte clubes, enquanto este contrato termina a 30 de Junho e um novo acordo terá que ser assinado.”

Por outro lado, o Conselho de Estado anulou a decisão da LFP de descer Amiens e Toulouse para a Ligue 2. Ambos os clubes confiaram no Regulamento da LFP para reclamar uma presença no escalão mais alto do futebol francês, uma ve que o documento afirma que uma temporada não pode ser encerrada sem terem sido jogadas as 38 jornadas (foram jogadas 28).

Nesse sentido, o órgão mais alto do futebol francês terá de decidir se quer ter 22 equipas na próxima temporada ou compensar financeiramente Amiens e Toulouse, já que a decisão do Conselho de Estado deve ser ratificada pela LFP (numa reunião a 30 de Junho) e não é obrigatória.

Com 10 jornadas por disputar, a Liga gaulesa foi dada por terminada no final de Abril e o título de campeão foi atribuído ao Paris Saint-Germain, que na altura da suspensão liderava com 12 pontos (e menos um jogo) de vantagem sobre o Marselha, segundo colocado, treinado pelo português André Villas-Boas.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.