Radio Calema
InicioAngolaSociedadeCovid-19: Governo poderá realizar novos voos especiais

Covid-19: Governo poderá realizar novos voos especiais

Até ao fim do ano, e mesmo durante o Estado de Calamidade Pública face à covid-19, em vigor desde o dia 26 de Maio, novos voos especiais para passageiros poderão ocorrer, a julgar pelas inúmeras solicitações, aventou esta segunda-feira em Luanda, ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

“O Governo está a realizar um trabalho profundo para novos resgates de angolanos em outras partes, como o repatriamento de angolanos no Cunene, até porque temos recebido muitas solicitações e estamos sensíveis a isso”, expressou, visivelmente comovida.

Falando na conferência de imprensa de actualização dos dados sobre a pandemia no país, a também porta-voz da Comissão Multisectorial para Prevenção e Combate à Covid-19 informou que neste actual Estado de Calamidade Pública têm-se realizado alguns voos humanitários.

Segundo a governante, à semelhança do sucedido durante os 60 dias de Estado de Emergência (vigorou de 27 de Março a 25 de Maio), neste período também poderão ocorrer voos especiais de passageiros, paralelamente aos humanitários que trazem mercadorias da China.

“Por exemplo, temos estado a apoiar a transladação de cadáveres do exterior para Angola e de cá para fora, desde que não sejam casos de covid-19. Ainda assim, observamos todas as medidas de segurança e alertamos para o número de pessoas para os óbitos”, relatou.

Durante o Estado de Emergência o Governo abriu-se a voos especiais de Portugal para Angola e vice-versa, assim como resgatou angolanos na Namíbia, África do Sul, Brasil, Cuba e Rússia, entre estudantes, cidadãos em tratamento médico e formação técnico-profissional.

Angola registou, nas últimas 24 horas, mais um caso positivo da covid-19, totalizando 92. A estatística mantém quatro óbitos, 38 recuperados e 50 activos, entre os quais um paciente que está em cuidados especiais, actualizou a titular do sector da Saúde.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.