- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Covid-19: Mais de 70 mil cidadãos livres da quarentena

Covid-19: Mais de 70 mil cidadãos livres da quarentena

Setenta mil e 469 cidadãos suspeitos da covid-19 foram liberados das quarentenas institucional (3.447) e domiciliar (67.022), desde que se instituiu o confinamento obrigatório no país, em Março último, até a presente data, no quadro do combate à covid-19.

Apesar disso, mil e 884 pessoas estão a cumprir, por esta altura, as quarentenas institucional (1.091) e domiciliar (793) em todo o país, conforme o boletim epidemiológico da Comissão Multissetorial de Combate à Covid-19, a que a Angop teve acesso esta sexta-feira.

No geral, durante o período em análise, consubstanciados em 60 dias de Estado de Emergência, a quarentena institucional registou um acumulado de quatro mil e 538 cidadãos, enquanto a domiciliar apresentou um total de 67 mil e 815 pessoas, segundo o documento.

Desse total, Luanda é a província que apresenta maior número de pessoas em quarentena institucional, com dois mil e 344 cidadãos, dos quais mil e 621 já em casa, depois das devidas altas, além de um acumulado de 596 cidadãos em quarentena domiciliar, que também já foram isentados.

Por outro lado, a província de Benguela lidera a tabela da quarentena domiciliar, somando 35 mil e 673 pessoas (35.525 liberadas), com um registo de nove cidadãos em confinamento institucional (três altas).

Entre as 18 províncias do país, o quadro estatístico destaca também a província do Cuanza Norte, por registar um total de seis mil e 399 cidadãos em quarentena domiciliar (6.368 altas), somando 104 pessoas em quarentena institucional (71 liberadas).

Imediatamente, aparecem as províncias do Uíge, com cinco mil e 966 pessoas em confinamento ao domicílio (5.913 altas) e 232 em institucional (200 liberadas); e Huambo com quatro mil e 765 cidadãos a cumprirem a quarentena em casa (4.690 altas) e 32 no regime institucional (23 altas).

A província do Cuanza Sul teve um registo de três mil e 184 suspeitos em quarentena domiciliar (3.147 liberados), enquanto duas pessoas cumpriram a institucional e receberam as respectivas altas.

Já a Lunda Norte reteve três mil e 144 concidadãos em domicílio (3.091 altas) e 57 a cumprirem a quarentena institucional (43 altas). Enquanto isso, na Huíla, mil e 539 conformam-se nas suas residências (1.519 altas) e 81 pessoas foram para quarentena institucional (1.519 livres).

Passados cinco dias consecutivos (120 horas), Angola mantém o registo de 86 casos positivos, com quatro óbitos, 21 recuperados e 61 infectados activos, entre os quais um paciente em cuidados especiais.

- Publicidade -
- Publicidade -

Queda do valor do preço do petróleo pode deixar Governo angolano sem dinheiro para investimentos

As receitas fiscais petrolíferas em Angola valem menos de 50 por cento, pela primeira vez, revelou o Standard Bank nesta semana. Economistas angolanos dizem que...
- Publicidade -

Empresário libanês expulso de Angola foi libertado pelos EUA

O empresário libanês Ali Tajideen, que durante vários anos operou em Angola e foi condenado nos Estados Unidos por lavagem de dinheiro a favor...

Caso 500 milhões: Julgamento continua com leitura de quesitos – Supremo anuncia hoje data da sentença

O julgamento do caso 500 milhões de dólares, que envolve o antigo presidente do Fundo Soberano (FSDEA), José Filomeno dos Santos "Zenu", e o...

Cerca sanitária: Hotel no Lubango suspeito de albergar pessoas com Covid-19 provenientes de Luanda

O Novo Hotel, no Lubango, Huíla, está desde o início do dia de hoje, quinta-feira, 09, sujeito a uma cerca sanitária com reforço policial...

Notícias relacionadas

Queda do valor do preço do petróleo pode deixar Governo angolano sem dinheiro para investimentos

As receitas fiscais petrolíferas em Angola valem menos de 50 por cento, pela primeira vez, revelou o Standard Bank nesta semana. Economistas angolanos dizem que...

Empresário libanês expulso de Angola foi libertado pelos EUA

O empresário libanês Ali Tajideen, que durante vários anos operou em Angola e foi condenado nos Estados Unidos por lavagem de dinheiro a favor...

Caso 500 milhões: Julgamento continua com leitura de quesitos – Supremo anuncia hoje data da sentença

O julgamento do caso 500 milhões de dólares, que envolve o antigo presidente do Fundo Soberano (FSDEA), José Filomeno dos Santos "Zenu", e o...

Cerca sanitária: Hotel no Lubango suspeito de albergar pessoas com Covid-19 provenientes de Luanda

O Novo Hotel, no Lubango, Huíla, está desde o início do dia de hoje, quinta-feira, 09, sujeito a uma cerca sanitária com reforço policial...

Governador russo detido por suspeita de envolvimento em homicídios

Um governador provincial no extremo oriente russo foi hoje detido por suspeitas de envolvimento numa série de homicídios e outros delitos graves, anunciou o...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.