- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política Tribunal Constitucional chumba pedido de Habeas Corpus de ex-ministro Augusto Tomás

Tribunal Constitucional chumba pedido de Habeas Corpus de ex-ministro Augusto Tomás

O Tribunal Constitucional (TC) chumbou esta semana o pedido de Habeas Corpus interposto pela equipa de advogados do ex-ministro dos Transportes, Augusto Tomás, o que vai obrigar o antigo governante a cumprir uma pena de oito anos e quatro meses de prisão por desvio de fundos no Conselho Nacional de Carregadores (CNC) a que foi condenado em Novembro do ano passado soube o Novo Jornal de uma fonte do tribunal.

Com o Habeas Corpus, que é uma ferramenta constitucional que permite a qualquer cidadão, procurar garantir a liberdade de um condenado por existência eventual de ilegalidade na retirada da liberdade, a defesa visava anular a pena a que Augusto Tomás está condenado.

O acórdão do Tribunal Constitucional indica inconstitucionalidade do Habeas corpus no processo nº 790-B/2020 interposto pela equipa de advogados de Augusto Tomás, liderado pela advogada Ana Paula Godinho.

“Com sete votos contra e quatro favoráveis, o TC negou o Habeas Corpus do ex-ministro Augusto Tomás, por considerar improcedente o julgamento de recurso interposto pelos advogados e porque considerou que à data da interposição a sentença já havia sido proferida pelo plenário, em 19 de Novembro, e que as questões suscitadas no pedido se encontravam respondidas”, disse a fonte do TC, ao Novo Jornal.

Sérgio Raimundo, um dos advogados de defesa do antigo ministro dos Transportes, Augusto da Silva Tomás, confirmou ao Novo Jornal o indeferimento do Tribunal Constitucional, que rejeitou o Habeas Corpus, mas escusou-se a pormenorizar.

De recordar que o ex-ministro dos Transportes, Augusto Tomás, foi condenado em Agosto de 2019 a 14 anos de prisão maior mas os seus advogados recorreram da decisão para o Plenário do Tribunal Supremo, que em Novembro do mesmo ano reduziu a pena para oito anos e quatro meses de prisão maior.

Com ele, foram condenados também os antigos gestores do Conselho Nacional de Carregadores (CNC), a antiga directora adjunta para a área Financeira, Isabel Bragança, que teve a pena reduzida de 12 para seis anos e dois meses de prisão.

O antigo director-geral, Manuel António Paulo, foi condenado a cinco anos e dois meses de prisão, ao contrário dos 10 anos de prisão maior que recebeu na primeira instância.

Já o antigo director adjunto para a área Técnica, Rui Manuel Moita, condenado a 10 anos de prisão pela Câmara Criminal vai cumprir apenas cinco anos e dois meses.

O réu Eurico da Silva foi condenado a dois anos de prisão, mas viu o Tribunal Supremo a suspender a sua pena.

- Publicidade -
- Publicidade -

Países Baixos vão abrir ação judicial contra Rússia em relação à queda do MH17

A notícia surge após o Ministério Público holandês concordar em adiar as audiências de Setembro a Outubro deste ano para Fevereiro e Março de...
- Publicidade -

Cerca de 700 familiares de membros do grupo Estado Islâmico faleceram em campos na Síria

Em conferência de imprensa esta quinta-feira, Vladimir Vorontsov, chefe da luta antiterrorismo na ONU alertou que pelo menos 700 pessoas, essencialmente mulheres e crianças,...

Detido idoso por violar sexualmente menor de sete anos

Um idoso de 61 anos de idade foi detido, esta semana, nos arredores da cidade do Huambo, depois de violar sexualmente uma menor de...

João Lourenço aproveita revisão do OGE 2020 para reforçar áreas sociais… e a Presidência

O Ministério da Justiça é um dos órgãos que vê a sua dotação financeira reforçada na revisão do Orçamento Geral de Estado (OGE), mas...

Notícias relacionadas

Países Baixos vão abrir ação judicial contra Rússia em relação à queda do MH17

A notícia surge após o Ministério Público holandês concordar em adiar as audiências de Setembro a Outubro deste ano para Fevereiro e Março de...

Cerca de 700 familiares de membros do grupo Estado Islâmico faleceram em campos na Síria

Em conferência de imprensa esta quinta-feira, Vladimir Vorontsov, chefe da luta antiterrorismo na ONU alertou que pelo menos 700 pessoas, essencialmente mulheres e crianças,...

Detido idoso por violar sexualmente menor de sete anos

Um idoso de 61 anos de idade foi detido, esta semana, nos arredores da cidade do Huambo, depois de violar sexualmente uma menor de...

João Lourenço aproveita revisão do OGE 2020 para reforçar áreas sociais… e a Presidência

O Ministério da Justiça é um dos órgãos que vê a sua dotação financeira reforçada na revisão do Orçamento Geral de Estado (OGE), mas...

Comissário Alexandre Canelas assume lista de consenso à presidência do Interclube

Depois de terem inicialmente assumido as candidaturas individuais nas eleições do Interclube, Alexandre Canelas e António Camulogi decidiram juntar os seus programas, com a...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.