- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Caraíbas Novos focos de coronavírus em Havana atrasam planos de reabertura de Cuba

Novos focos de coronavírus em Havana atrasam planos de reabertura de Cuba

Com a pandemia contida há mais de três semanas, Cuba estuda como reabrir o país para o mundo, uma vez que o turismo é essencial para sua economia. Mas novos surtos de coronavírus em Havana complicam os planos do governo.

“O país está preparando a estratégia para a fase de recuperação da COVID-19, mas não a aplicaremos até termos certeza de que há um controle seguro da epidemia”, afirmou recentemente o presidente Miguel Díaz-Canel.

Aeroportos e hotéis estão sendo limpos e reformados para a reabertura, enquanto as companhias aéreas já começam a oferecer passagens para a ilha com estimativas para Julho.

Depois de várias semanas com mais pacientes recebendo alta do que novos casos do vírus sendo registados, um surto com mais de 60 infecções ligadas a um shopping na capital se espalhou para um laboratório e uma empresa de transporte.

E isso apesar de Cuba não ter retirado nenhuma de suas medidas de restrição: aulas suspensas, nenhum transporte público, isolamento social, fronteiras fechadas e uso obrigatório de máscara.

“Esse problema não foi resolvido em Cuba, muito menos no exterior, e todas as medidas flexibilizadas devem ser tomadas com muito cuidado”, explicou o director de Epidemiologia do Ministério da Saúde, Francisco Durán.

A estratégia de Cuba envolve internar o paciente e isolar e examinar seus contactos nas últimas duas semanas.

Em um país de 11 milhões de habitantes, Cuba contabilizava na terça 2.092 casos com 83 mortes, desde 11 de março. Do total, apenas 180 casos estão activos.

Situação bem diferente de outros países da região, como o Panamá, com quatro milhões de habitantes, mais de 13.000 infectados e 336 mortes, e que já reiniciou algumas actividades económicas.

Nos últimos 15 dias, a taxa de contágio em Cuba foi de 2,33 por 100.000 pessoas. Enquanto Havana continua sendo o epicentro, 11 das 16 províncias do país não registaram mais casos neste período.

– Vista para o mar –
Após o fechamento de suas fronteiras no final de Março, Cuba isolou os turistas restantes em hotéis estatais. No momento, quase 4.000 permanecem no país.

Com vários deles, aplicaram medidas de atenção que permanecerão quando a ilha reabrir ao turismo.

“Eu vim para Cuba em Janeiro para descansar, quando o coronavírus começou. Eu deveria partir em abril (…) moro neste hotel há dois meses. Superbem, não tivemos problemas”, diz Irina Jatkievich.

A turista russa está hospedada no hotel Comodoro em Havana, assim como o italiano Davide Cuttica, que chegou à ilha em Março.

“Em qualquer entrada do hotel, temos álcool para limpar as mãos (…) Um país que não é tão desenvolvido como Cuba está vencendo a luta [contra o coronavírus]”, considera, enquanto toma café no lobby.

Eles não podem sair do hotel e se alimentam ali. Apreciam a vista para o mar sem poder nadar na praia, ou entrar na piscina.

Outros turistas não tiveram a mesma sorte. No início, alguns reclamaram da transferência obrigatória para hotéis estatais de acomodações particulares, onde a tarifa é geralmente muito menor.

Enquanto isso, os que aguardavam um voo enfrentaram as peculiaridades de uma ilha com escassez de insumos, produto do embargo económico dos EUA e do ritmo lento das reformas em sua economia de estilo soviético.

Cuba “tem uma grande necessidade de continuar explorando o turismo, e devemos ser os pioneiros na apresentação de um protocolo internacional para que os turistas reconheçam que Cuba continua sendo um país seguro”, afirma o director do Hotel Comodoro, Omar Milián.

Algumas medidas: os turistas não poderão se servir directamente no buffet, as mesas serão separadas, e as recepções do hotel serão reestruturadas para evitar o contacto directo entre recepcionistas e hóspedes.

Os bares não terão banquinhos no bar, e os clientes não poderão estar por perto, enquanto o barman prepara bebidas.

“Nosso país se tornará um exemplo, um dos primeiros a apresentar ao mundo um turismo mais seguro e confiável, para avançar no desenvolvimento do turismo de que precisamos bastante”, diz Milián.

- Publicidade -
FonteAFP
- Publicidade -

Banqueiro António Domingues «demite-se» da vice-presidência do Banco de Fomento Angola

BNA e BFA remetem-se, «oficialmente», ao silêncio, mas fonte do topo da hierarquia da Sonangol, accionista do banco, confirma a informação em posse do...
- Publicidade -

Os segredos de Michael Jackson: Das tatuagens ocultas aos fungos que corroíam os pés do Rei da Pop

Artista usava diariamente uma peruca e sofria de anorexia o que o levava a consumir menos de uma refeição por dia. . Tatuagens ocultas, pés...

Banco central angolano aplica multas a 12 bancos por incumprimento na concessão de crédito

Multas rondam os 424 milhões de kwanzas (650 mil euros). O Banco Nacional de Angola (BNA) aplicou multas no valor de 424 milhões de kwanzas...

Portugal quer “reforçar cooperação” com Guiné-Bissau na saúde, educação e justiça

António Costa afirmou estar "empenhado em reforçar a cooperação" com a Guiné-Bissau após encontro, em Lisboa, com o seu homólogo guineense, Nuno Nabian. O primeiro-ministro...

Notícias relacionadas

Banqueiro António Domingues «demite-se» da vice-presidência do Banco de Fomento Angola

BNA e BFA remetem-se, «oficialmente», ao silêncio, mas fonte do topo da hierarquia da Sonangol, accionista do banco, confirma a informação em posse do...

Os segredos de Michael Jackson: Das tatuagens ocultas aos fungos que corroíam os pés do Rei da Pop

Artista usava diariamente uma peruca e sofria de anorexia o que o levava a consumir menos de uma refeição por dia. . Tatuagens ocultas, pés...

Banco central angolano aplica multas a 12 bancos por incumprimento na concessão de crédito

Multas rondam os 424 milhões de kwanzas (650 mil euros). O Banco Nacional de Angola (BNA) aplicou multas no valor de 424 milhões de kwanzas...

Portugal quer “reforçar cooperação” com Guiné-Bissau na saúde, educação e justiça

António Costa afirmou estar "empenhado em reforçar a cooperação" com a Guiné-Bissau após encontro, em Lisboa, com o seu homólogo guineense, Nuno Nabian. O primeiro-ministro...

JP da Maika lança novo single intitulado ‘moça’

João Paulo da Mata, nascido em Portugal e criado no bairro do Miramar em Luanda, Angola, de onde se retira o Maika no seu...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.