- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Ruanda expulsa diplomatas por comemorações antecipadas do genocídio

Ruanda expulsa diplomatas por comemorações antecipadas do genocídio

O Governo do Ruanda acusa dois diplomatas belgas de organizarem uma comemoração do massacre. O evento terá ocorrido a 6 de Abril, um dia antes de começar o luto nacional pela morte de mais de 800 mil tutsis, em 1994.

Os diplomatas assinalaram a morte dos 10 soldados de manutenção da paz belgas que foram mortos a 7 de Abril, enquanto tentavam proteger o primeiro-ministro ruandês Agathe Uwilingiyimana, que foi morto no mesmo dia. A embaixada belga não se pronunciou até agora sobre o assunto.

As informações constam num comunicado do Governo do Ruanda, que acrescenta que a celebração ocorreu sem que as autoridades tivessem sido informadas.

A 6 de Abril fez anos que o avião do Presidente Juvenal Habyarimana foi abatido sobre a capital, Kigali, provocando o genocídio. O calendário das comemorações é altamente sensível para o Governo do Ruanda, uma vez que alguns autores, ou apoiantes do genocídio, alegam que um genocídio contra os hutus começou no dia em que o avião foi abatido.

Cerimónias em previstas na lei

Alguns dos principais actos que marcam as cerimónias de comemoração, como a descida da bandeira nacional, que fica a meia haste, estão previstos na lei e, por isso, “não podem ser feitos sem seguirem os procedimentos correctos”, disse o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Ruanda.

“O Governo do Ruanda protestou junto do Governo da Bélgica, que decidiu chamar os dois diplomatas”, acrescentou na nota.

Naphtal Ahishakiye, secretário executivo da organização dos sobreviventes do genocídio, a Ibuka, disse à agência de notícias Associated Press que os diplomatas belgas se enganaram ao realizar uma comemoração nesse dia, antes do início do massacre.

“Como podem eles começar a comemorar algo que não aconteceu?”, perguntou um sobrevivente do genocídio, Emmanuel Ingabire. “Os diplomatas estão a ser arrogantes”, rematou.

- Publicidade -
FonteDW
- Publicidade -

Banqueiro António Domingues «demite-se» da vice-presidência do Banco de Fomento Angola

BNA e BFA remetem-se, «oficialmente», ao silêncio, mas fonte do topo da hierarquia da Sonangol, accionista do banco, confirma a informação em posse do...
- Publicidade -

Os segredos de Michael Jackson: Das tatuagens ocultas aos fungos que corroíam os pés do Rei da Pop

Artista usava diariamente uma peruca e sofria de anorexia o que o levava a consumir menos de uma refeição por dia. . Tatuagens ocultas, pés...

Banco central angolano aplica multas a 12 bancos por incumprimento na concessão de crédito

Multas rondam os 424 milhões de kwanzas (650 mil euros). O Banco Nacional de Angola (BNA) aplicou multas no valor de 424 milhões de kwanzas...

Portugal quer “reforçar cooperação” com Guiné-Bissau na saúde, educação e justiça

António Costa afirmou estar "empenhado em reforçar a cooperação" com a Guiné-Bissau após encontro, em Lisboa, com o seu homólogo guineense, Nuno Nabian. O primeiro-ministro...

Notícias relacionadas

Banqueiro António Domingues «demite-se» da vice-presidência do Banco de Fomento Angola

BNA e BFA remetem-se, «oficialmente», ao silêncio, mas fonte do topo da hierarquia da Sonangol, accionista do banco, confirma a informação em posse do...

Os segredos de Michael Jackson: Das tatuagens ocultas aos fungos que corroíam os pés do Rei da Pop

Artista usava diariamente uma peruca e sofria de anorexia o que o levava a consumir menos de uma refeição por dia. . Tatuagens ocultas, pés...

Banco central angolano aplica multas a 12 bancos por incumprimento na concessão de crédito

Multas rondam os 424 milhões de kwanzas (650 mil euros). O Banco Nacional de Angola (BNA) aplicou multas no valor de 424 milhões de kwanzas...

Portugal quer “reforçar cooperação” com Guiné-Bissau na saúde, educação e justiça

António Costa afirmou estar "empenhado em reforçar a cooperação" com a Guiné-Bissau após encontro, em Lisboa, com o seu homólogo guineense, Nuno Nabian. O primeiro-ministro...

JP da Maika lança novo single intitulado ‘moça’

João Paulo da Mata, nascido em Portugal e criado no bairro do Miramar em Luanda, Angola, de onde se retira o Maika no seu...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.