Radio Calema
InicioAngolaSociedadeJoana Lina quer apoio para minimizar problemas de Luanda

Joana Lina quer apoio para minimizar problemas de Luanda

A governadora provincial de Luanda, Joana Lina, pediu esta segunda-feira, nesta cidade, a colaboração da sociedade para enfrentar os problemas e melhorar as condições socioeconómicas dos citadinos.

A dirigente falava na cerimónia de entrega de pastas, ocorrida no salão do governo, do seu antecessor Sérgio Luther Rescova.

Reconheceu os constrangimentos por que passam os populares nos sectores social, económico e financeiro, agravados pela pandemia da covid-19, que poderá adiar a concretização de algumas actividades e quiçá de projectos ambiciosos.

Pediu perspicácia, a meio de tantas dificuldades, a fim de se encontrar soluções para os problemas, com sentido de Estado e responsabilidade patriótica.

Referiu que não veio para resolver todos os problemas de Luanda, mas para ajudar a encontrar os caminhos sustentável para sua resolução progressiva, com ajuda de todos, uma vez que são problemas estruturais que carecem de dinamismo e inteligência .

Por sua vez, Sérgio Luther Rescova, o governador cessante, agradeceu os munícipes e apelou a governadora no sentido de primar por um trabalho de equipa.

Já o ministro da Administração do Território e Reforma de Estado, Marcy Lopes, reconheceu que Luanda é uma cidade complexa por, entre outros factores, ser a capital do país, onde estão todos os órgãos nacionais de soberania, e acolher o maior número de habitantes, o que, obviamente, dificulta a eficácia da acção governativa.

Ainda assim, acredita que se haver união será fácil para a governadora exercer as suas funções.

O governante lembrou que os dirigentes são investidos para trabalhar para o bem das populações e devem ter este desidrato como missão primaria.

FonteAngop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.