- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Rússia aprova 1º medicamento contra COVID-19

Rússia aprova 1º medicamento contra COVID-19

O primeiro medicamento contra a COVID-19 na Rússia, cujo nome comercial é Avifavir, obteve a aprovação do Ministério da Saúde, segundo o registo estatal de medicamentos.

O registo estatal de medicamentos informa que “o nome comercial é Avifavir”, enquanto que o nome químico do medicamente é favipiravir.

“O Fundo de Investimento Directo da Rússia (RFPI, na sigla em russo) e o grupo ChemRar anunciaram o recebimento do certificado de registo do Ministério da Saúde da Rússia para o Avifavir, medicamento que demonstrou ser eficaz contra a COVID-19 durante os ensaios clínicos”, afirmou o RFPI.
O medicamento foi desenvolvido pelo Fundo de Investimento Directo da Rússia e o grupo farmacêutico ChemRar.

O medicamento antiviral já circula no Japão desde 2014 contra graves sintomas de gripe. A fase final do teste clínico do Avifavir, aprovada pelo Ministério da Saúde no dia 21 de maio, conta com a participação de 330 pacientes e está em andamento.

Os resultados dos testes realizados em diversos centros médicos e científicos mostraram sua alta eficácia.

“O Afivavir é não apenas o primeiro antiviral registado contra o coronavírus na Rússia, mas também possivelmente o remédio mais promissor do mundo contra a COVID-19 […]”, afirmou Kirill Dmitriev, responsável do RFPI.

Além disso, o Avifavir pode ser utilizado nos hospitais russos já a partir do dia 11 de Junho, mas não será disponibilizado para venda ao público.

Desde 11 de Março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) qualifica como pandemia a COVID-19, doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detectado pela primeira vez na cidade de Wuhan, na China.

Até o momento, no mundo há mais de cinco milhões de pessoas contagiadas, enquanto mais de dois milhões já se recuperaram. Além disso, a COVID-19 já provocou 366.883 mortes no mundo.

- Publicidade -
FonteSputnik
- Publicidade -

Arménia e Azerbaijão não conseguem manter novo cessar-fogo

Arménia e Azerbaijão concordaram este domingo em tentar pela terceira vez um cessar-fogo, mas quase imediatamente voltaram a fazer acusações mútuas de violá-lo. Confrontos...
- Publicidade -

“Luanda Leaks”: Ana Gomes e Paulo de Morais esperam justiça ampla

Testemunhos da ex-eurodeputada e do ativista a favor de Rui Pinto ainda não têm data marcada, mas ambos têm expetativa de que a Justiça...

Quimbandeiro detido por falsas promessas de milagres

O Serviço de Investigação Criminal (SIC), em Cabinda, deteve três cidadãos, supostamente implicados na prática do crime de burla por defraudação. O caso deu-se quando...

Dom Afonso Nunes defende que religião e política devem servir as comunidades

O bispo da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, Dom Afonso Nunes, afirmou ontem, Sábado, que a religião e a política devem...

Notícias relacionadas

Arménia e Azerbaijão não conseguem manter novo cessar-fogo

Arménia e Azerbaijão concordaram este domingo em tentar pela terceira vez um cessar-fogo, mas quase imediatamente voltaram a fazer acusações mútuas de violá-lo. Confrontos...

“Luanda Leaks”: Ana Gomes e Paulo de Morais esperam justiça ampla

Testemunhos da ex-eurodeputada e do ativista a favor de Rui Pinto ainda não têm data marcada, mas ambos têm expetativa de que a Justiça...

Quimbandeiro detido por falsas promessas de milagres

O Serviço de Investigação Criminal (SIC), em Cabinda, deteve três cidadãos, supostamente implicados na prática do crime de burla por defraudação. O caso deu-se quando...

Dom Afonso Nunes defende que religião e política devem servir as comunidades

O bispo da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, Dom Afonso Nunes, afirmou ontem, Sábado, que a religião e a política devem...

Salgado e outros banqueiros suspeitos de desviar milhões do BES Angola

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES, Álvaro Sobrinho, ex-presidente do BES Angola, Amílcar Morais Pires e Hélder Bataglia terão recebido quase 337 milhões de euros...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.